Publicação em destaque

Algumas considerações sobre a visualização espontânea de auras

Sarva Yoga - Yoga Holístico

Sarva Yoga - Yoga Holístico
Guia através da Aura

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Está na hora de nos definirmos - somos pela Paz ou pela violência?

Imagem relacionada

Hoje a notícia relevante nos telejornais é a de uma jovem mulher sorridente tirando uma selfie enquanto alguém a filma tendo como cenário os tumultos de Paris. 

Chocou-me sobretudo pela ignorância, porque é essa mesma a causa de não nos apercebermos que está mais do que na hora de tomar partido, de escolher o lado pelo qual vamos lutar. 

Não se iludam ao pensarem que está tudo bem e isto tudo não é uma guerra... é sim, e sempre foi. 

Outra coisa que me alarma é a maioria das pessoas continuar a dar mais importância e prioridade a assuntos irrelevantes tais como adquirirem certos poderes espirituais, e não estarem nem um pouco conscientes de quem são, nem do seu papel no universo...

Há uns anos atrás houve alguém que me disse que eu era muito centrada, muito focada... considerei um grande elogio e é precisamente isso que devemos fazer, ser unos com o Centro.

E ao buscarmos o Centro, tudo estará bem porque nos apoiamos na nossa Origem, na nossa Fonte.

Quem quiser fazer o contrário terá problemas grandes e que serão difíceis de remediar quando mais tarde começar a ter consciência do que tem feito.

Nem vou estar com meias medidas, hoje vou ser radical...

Cristo, na sua vida terrena como Jesus - e quantas vidas já terá vindo como avatar?; em quantas formas e culturas? - disse: - Ninguém chega ao Pai, leia-se Centro e Fonte, senão através de Mim...

E como poderia ser de outra forma se Ele é o próprio Universo, o próprio Deus manifestado? 

Não houve outro nem haverá mais nenhum, pois Ele é Tudo-O-Que-Existe... podemos dar-lhe muitos nomes...mas a energia é a mesma e eu rendo-me a Ele. Escolho aqui e sempre lutar do seu lado porque Ele deixa-me escolher e a vós também...

Escolham bem...escolham a Paz!
Imagem relacionada
Paz e Amor,💙
Curadora64

Copyright © Curadora64  All Rights Reserved. You may copy and redistribute this material so long as you do not alter it in any way, the content remains complete, and you include this copyright notice link:

sábado, 10 de novembro de 2018

Dois auxílios energéticos para estes tempos conturbados

Resultado de imagem para geode meditação

geode ametista

Para quem faz, cada vez  mais, trabalho de ajuda ao próximo, estes são dois auxiliares energéticos preciosos.

Para manterem a vossa energia e se sentirem bem deixo aqui dois exercícios mentais, já que estamos a entrar numa Era de grande poder mental. É a altura de começarmos a praticar.

Transformando a  energia de sua casa num gigantesco geode mental

Sem protegermos e energizarmos a nossa casa não temos paz, sossego, harmonia e saúde para realizarmos a nossa missão.




visualizar em todos os pontos de entrada

Façam isto como uma meditação, visualizando como é óbvio portas e janelas da vossa casa sendo revestidas por uma formação de cristais ametista; tetos, chão e paredes; lareiras, respiradores AVAC; casas de banho e cozinha: entradas e saídas de água; wifi, computadores, iPod, telemóveis (celulares), fichas elétricas, lâmpadas. Podem até colocar o vosso quintal cercado por uma enorme geode ametista. O mesmo para o carro, tudo o que utilizam.

Numa perspectiva energética nada vos dá maior energia e dissipação de energias negativas, atraindo apenas o que é positivo, seja pessoa ou situação.

Dissolução das energias densas acumuladas no vosso corpo energético

Sei que muita gente se queixa de "dores fantasma", que não têm razão de ser, já que não são detectadas patologias que o possam explicar.

Pois, eu também tinha até que, usando uma técnica de auto-tratamento de Auraterapia® resolvi essa situação... Não é que elas não voltem, voltam sim, porque existe uma causa sempre presente, que varia de terapeuta para terapeuta, de curadora para curador...

Mas, reagindo na hora, quando estamos em sofrimento, desaparecem como que por magia. 

Visualizem o vosso corpo astral fora do vosso corpo físico sabendo que é através da sua mão direita que a magia acontece.

Por exemplo, uma dor na anca persistente que não passava de forma nenhuma e sem causa física, a minha mão direita astral mexendo os dedos "furiosamente" ao redor da articulação retira instantaneamente a dor. :)

Estes movimentos mentais, da mão direita astral, desencadeiam uma movimentação de energia na zona afetada na qual se dá posteriormente uma dissolução de  energia densa acumulada devido ao trabalho espiritual. 

Espero que utilizem estas duas dicas em Saúde Plena e em Harmonia.



geode de ágata turquesa


Paz e Amor,💙
Curadora64

Copyright © Curadora64  All Rights Reserved. You may copy and redistribute this material so long as you do not alter it in any way, the content remains complete, and you include this copyright notice link:

domingo, 4 de novembro de 2018

Atualização dos acontecimentos - os 3 estados




Já não escrevo há algum tempo e não é que não tenha algo para dizer... (tenho sempre!) ...rsrs



Desta vez, digamos que este artigo é um apanhado de pensamentos diversos sobre os últimos tempos, sobre os últimos acontecimentos, sobre as minhas intuições e aquilo que tenho observado.

Estado normal:

Sabem aquelas aulas das cadeiras de Química e Física que os professores começavam pelo final e apresentavam uma série de leis e factos sem nos darem o contexto, ou seja, sem nos falarem da origem das mesmas?

Na minha inocência do 10º ano ainda pensei que na universidade me iam explicar os porquês.

É que eu já tinha uma longa carreira de perguntas importantes que ficaram por responder.

Algumas fiz a pessoas que me desiludiram na respostas e isso foi totalmente inesperado. Na catequese não me disseram quem era a Mãe e o Pai de Deus. O meu senso comum achava que se havia resposta a essa pergunta seria esse o lugar. 

Aposto que se revêm nesta narrativa... Pois é, felizes daqueles que não têm o desassossego de uma mente curiosa e ávida de saber.

Estado Excepcional:

Felizmente tinha alguém que me ajudava  e respondia a algumas perguntas. Não a todas mas, ao longo dos anos, houve alguma satisfação. :)

De facto, desde muito jovem, o meu pai dava-me livros para ler, contava-me lendas, descrevia-me algumas coisas que tinha presenciado e sobretudo contava-me conversas que teve com algumas pessoas especiais.

Isso cada vez mais fez acender em mim a chama do Espírito. 

Mas, e muito mais especial, vejo que ele me preparava para estes tempos.

Estado Instável ou Estável?

De facto, será que importa? 

Como Humanos vivendo neste mundo o que é certo é a mudança e a instabilidade.

Se não fosse assim não tínhamos condições para aprender. 

Que lições há para aprender numa energia estável?

O importante é ligarmo-nos a Algo que é Sempre Estável, a uma espécie de Farol numa Rocha bem firme enquanto nos deixamos molhar pelas ondas... podemos até surfar nelas mas mantendo essa Luz sempre visível e por forma a podermos estar sempre em comunicação com Ela. 

Dualidade e Unidade

Se quisermos sair da dualidade não devemos ter reações a nada. Isto não é bem assim... sendo assim não vivíamos.

Mas isso sim, falo de reagir sem emoções fortes de apego ou aversão a pessoas ou situações que possuímos como desafios kármicos. 

E isso é que é complicado de fazer, até porque as emoções baralham tudo e fazem uma bela névoa que obscurece a nossa visão da Realidade.

Existe um conselho que dou sempre:

- Afastem-se das situações muito complicadas por forma a terem a Paz necessária para aprenderem técnicas de domínio das emoções. Depois comecem a aplicar o que aprenderam. 

Com a prática a vossa mente começa a ficar mais apaziguada e gosta de estar assim acontecendo o milagre do último passo:

Vamos entrando na Unidade ou na Cosmificação ou ainda sendo um ...Cidadão Galáctico.

Quando chegamos a esta fase, a Unidade de tudo é evidente e temos a bênção de fazer a nossa própria Realidade ao modificarmos a nossa mente, por maneira de esta estar em consonância com a Mente Universal.

Mais ainda... Podemos aproximar-nos e compreender os Fazedores de Mundos. Aqueles tais que mantêm as Leis que as retificam e que as vão mudando se for preciso. Os tais da Origem...

Estado actual

... de 90% da Humanidade: a suspeitar que lhe está a faltar Algo importante...

...de 10% da Humanidade: têm a certeza de que existe uma Resposta e uma Solução para os seus problemas. 

Destes 10%: 5% procura com afinco mesmo batalhando com tantas respostas contraditórias, 4% encontrou um Caminho e 1% É O Caminho.

Conclusão: precisamos de indicar, a apenas 5% da Humanidade, uma Direção, um Farol, uma Rocha... 

E quem faz esse trabalho? Os tais 4%.

Se acham que pertencem a estes 4% dediquem-se a ser vós mesmos um Farol e sigam o exemplo do 1%: sejam O Caminho.

Aliás a luta na Terra, entre a Luz e as Trevas, é desigual em número físico, mas conforme temos mais Luz conseguimos atrair amigos Espirituais Poderosos, que lutam ao nosso lado.

E sabemos que, desta vez, ao contrário das anteriores, a Luz vence as Trevas. 💙


Paz e Amor,
Curadora64


Copyright © Curadora64  All Rights Reserved. You may copy and redistribute this material so long as you do not alter it in any way, the content remains complete, and you include this copyright notice link:

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

OM MANI PADME HUM HRIH







OM MANI PADME HUM HRIH

Tradução: Recebemos a Jóia da consciência no coração do Lótus. (O Lótus é o chakra).

Significa - Recebemos a jóia da consciência divina, no centro do nosso chakra da coroa.

Avalokitesvara alcançou tão elevado grau de espiritualidade, como se tivesse subido a mais alta montanha. Destas alturas, estava para partir à planos ainda mais elevados, e distantes da terra, quando ouviu um gemido que vinha do inconsciente colectivo da humanidade.

O lamento por sua partida. Seu coração encheu-se de compaixão e Avalokitesvara prometeu ficar neste planeta trabalhando e servindo para evolução  da humanidade.

Este juramento de um Bodhisatva, é feito por todos os Mestres que servem a Luz da Grande Fraternidade Branca. Eles deixam de seguir  as sua evolução em planos superiores, para servir a Luz de seus irmãos ainda encarnados.

Ao recitarmos o Mani Mantra, estamos penetrando a mesma roda metafísica que os Mestres Ascensos e não Ascensos da Grande Fraternidade Branca que estão constantemente empurrando - a Roda da Evolução Espiritual da humanidade.

Este mantra tem sua origem na Índia e de lá foi para o Tibet. Os tibetanos não conseguiram entoá-lo da mesma forma, mudando sua pronuncia para: OM MANI PEME HUNG este é o mantra mais utilizado pelos budistas tibetanos.

Qualquer pessoa pode entoá-lo. Estando feliz ou triste, ao entoar o "Mani Mantra", uma espontânea devoção surgirá em nossa mente e o grande caminho será fortemente realizado.

O mantra OM MANI PADME HUM, é fácil de pronunciar e poderoso pois contém a essência de todo o ensinamento.

Muito tem sido escrito sobre este mantra e é impressionante que apenas seis silabas possam atrair tanto comentário importante.

De acordo com Dalai Lama, o propósito de recitar este mantra é transformar o corpo impuro de suas palavras e mente, no puro e louvado corpo, palavra e mente de um Buda.

O som de cada silaba é visto como tendo uma forma paralela espiritual.

Fazer o som de cada silaba portanto, é alinhar a si mesmo com aquela qualidade espiritual particular e para se identificar com isto.

Existe também um grande numero de outros beneficio que resultam da repetição deste mantra, incluindo a produção do mérito e destruição do karma negativo.

OM - A primeira silaba, recitá-la o abençoa para atingir a perfeição na pratica da generosidade.
MA - Ajuda a aperfeiçoar a pratica da ética pura.
NI - Ajuda a atingir a perfeição na pratica da tolerância e paciência.
PAD - Ajuda a conquistar a perfeição na pratica da perseverança.
ME - Ajuda a conquistar a perfeição na pratica da concentração.
HUM - Ajuda na conquista da perfeição na pratica da sabedoria.

A senda das seis Perfeições é a senda de todos os Budas. Cada uma das seis silabas elimina um dos venenos da consciência humana.

OM - Dissolve o orgulho
MA - Liberta do ciúme e da luxuria.
NI - Consome a paixão e os desejos 
PAD - Elimina a estupidez e danos. 
ME - Liberta da pobreza e possessividade.
HUM - Consome a agressão e o ódio. 

Os mantras são frequentemente, os nomes dos Budas, Bodhisatvas ou Mestres e que o compuseram. Os mantras são investidos com um infalível poder de acção, de forma que a repetição do nome da deidade, transmite as qualidades de sua mente. O nome é idêntico à deidade ou essência da deidade que o compôs e com ele presenteia a humanidade dando a seus irmãos a essência de tudo aquilo que ele atingiu em muitas vidas de esforço e sagrado oficio. Dando o glorioso resultado de seu momentum de sabedoria.

Ao recitar este mantra, o meditante também pode conseguir as qualidades do Chenrezig, o bodhisatva da compaixão, conhecido na tradição Mahayana como Avalokitesvara.

O mantra OM MANI PADME HUM, chamado de mani mantra, levanta algumas traduções misteriosas. Diz a tradição que este mantra significa o nome  Chenrezig. Contudo, Chenrezig não tem nome, mas ele é designado por nomes. Estes nomes são a taça para a compaixão a benção e a força que ele derrama. Portanto este é apenas um dos nomes de Chenrezig, MANI PADME, colocado entre as duas silabas sagradas OM e HUM.

Parece-nos que Chenrezig, Avalokitesvara e Kuan Yin são os nomes do mesmo buda da compaixão.

OM - Representa o corpo de todos os budas, também o começo de todos os mantras.
MANI - Jóia em sânscrito 
PADME - Lótus ou chakra
HUM - A mente de todos os budas e freqüentemente finalizam os mantras.
MANI - Refere-se a Jóia que  Chenrezig segura no centro de suas duas mãos. 
PADME - Refere-se ao lótus que ele segura  na sua segunda mão esquerda.

Dizendo MANI PADME estamos nominando Chenrezig através de seus atributos: "Aquele que segura a Jóia e o Lótus". Chenrezig ou Jóia do Lótus são dois nomes para a mesma deidade.

Quando recitamos este mantra, estamos na verdade repetindo o nome de Chenrezig. Este mantra é investido com a benção e o poder da mente de Chenrezig, sendo que ele mesmo reúne a benção e a compaixão de todos os budas e bodhisattvas. Desta forma o mantra é imbuído com a capacidade de purificar nossa mente de sua obscuridade.  O mantra abre a mente para o amor e compaixão e a conduz ao despertar.

Sendo a deidade e o mantra um em essência, significa que é possível recitar o mantra sem necessariamente trabalhar a visualização. A recitação permanece efetiva.

Cada uma das seis silabas sagradas retêm um efeito purificador genuíno.

OM - Purifica o corpo
MA - Purifica a palavra
NI - Purifica a mente
PAD - Purifica as emoções 
ME - Purifica as condições latentes
HUM - Purifica o véu que encobre o conhecimento 

Cada silaba é ela mesma uma oração

OM - É oração dirigida ao corpo dos budas
MA - É oração dirigida à palavra  dos budas
NI - É oração dirigida à mente  dos budas
PAD - É oração dirigida às qualidades dos budas
ME - É oração dirigida à atividades  dos budas
HUM - Reúne a graça (benção) do corpo, palavra, mente, qualidade e atividade dos budas. 

Estas seis silabas correspondem à transcendental perfeição dos budas secretos.

OM - Ratnasambhava, Buda que nos inunda com sua sabedoria de igualdade e nos liberta do orgulho espiritual, intelectual e humano
MA - Amogasidhi, Buda que nos inunda com sua sabedoria que a tudo realiza, a sabedoria da ação perfeita e liberta-nos do veneno da inveja e do ciúme.
NI - Vajrasattva, Buda  nos inunda com a sabedoria da vontade diamantina de Deus. Consome em nós o veneno do medo, da duvida e da descrença em Deus, o único Guru. 
PAD - Vairochana, Buda que nos inunda com a sabedoria penetrante do dharmakaya, a poderosa Presença Eu Sou. Consumindo em nós o veneno da ignorância.
ME - Amithaba, Buda que nos inunda com a sabedoria da discriminação e consome em nós os venenos das paixões : Todos os  desejos intensos, cobiça, avareza e luxuria.
HUM - Akshobhya, Buda que nos inunda com a sabedoria que se reflete como num espelho e consome em nós os venenos de raiva, ódio e criações de ódio.

As seis silabas sagradas OM MANI PADME HUM  são a essência das cinco famílias de budas secretos. São a fonte para todas as qualidades e profunda alegria. É a senda que conduz a uma elevada existência para a liberdade da alma.  


OM MANI PADME HUM HRIH

A PRONÚNCIA

OM MÃNI PADME RRUM HHH (aspirado) RIIII

O SIGNIFICADO

Recebemos a jóia da consciência divina, no centro do nosso chakra da coroa., que nos traz a sabedoria discriminativa, o discernimento. (O Lótus é o chakra da coroa). HRIH! (Hrih é o bija, ou sílaba “semente”, do Buda Amitabha.)


Uma meditação sobre a compaixão:






https://www.youtube.com/watch?v=RRlKtkZ7m_M

Fonte

Paz e Amor,
Curadora64

Copyright © Curadora64  All Rights Reserved. You may copy and redistribute this material so long as you do not alter it in any way, the content remains complete, and you include this copyright notice link:

Exercícios para evitar a estagnação do Fígado

-meridiano do Fígado-

O bom funcionamento do Fígado é fundamental para pessoas que trabalham com energias.

E a estagnação da sua energia é muito frequente.

Por isso deixo aqui ficar dois filmes que vos podem ajudar. Mesmo que não saibam muito inglês, vejam como se faz e imitem.

Chi Kung

Este filme fala-nos nas limpezas de primavera do Fígado - no outono é igual - e diz-nos para seguirmos o meridiano ao inalarmos, subindo a energia (iniciando no dedo do pé) e ao exalar descendo até sair a energia pelo dedo do pé... este movimento continuo, 8 vezes para cada lado vai libertar a energia estagnada.


https://youtu.be/kSvxFYwFKus


Yoga

Deve manter as posturas por cerca de 30 segundos - não force, vá aumentando o tempo gradualmente - e exalar quando torce o corpo para as toxinas saírem, inala antes e depois de desfazer as posturas.


https://youtu.be/SdVtXC-oq5o

Boa prática e boa disposição! 


Paz e Amor,

Curadora64


Copyright © Curadora64  All Rights Reserved. You may copy and redistribute this material so long as you do not alter it in any way, the content remains complete, and you include this copyright notice link:

domingo, 7 de outubro de 2018

LAS CUATRO INCOMENSURABLES – LAS MAREAS DEL AMOR

Imagem relacionada

Hablar sobre el Amor es hablar sobre un asunto inagotable para la Humanidad. Somos Amor, vinimos del Amor y aun así, tenemos tanto por aprender sobre su manifestación en los reinos materiales.

En este artículo, existe una especie de conclusión sobre las meditaciones, sobre el Amor, porque vamos hablar de las cuatro virtudes del Amor* y es importante entenderlas, mientras verdades espirituales intangibles y que no se pueden medir materialmente; existe también un pragmatismo asociado a estas cualidades que, al ser evidenciadas en nuestra vida diaria, mientras practicantes del Amor, no debe ser despreciado. 

Confusos? :) 

Vamos comenzar por las virtudes principales, las más conocidas: Amor que desea el bien del ser amado y su felicidad, sin apego ni beneficios; Compasión como deseo de, que el ser amado esté libre de sufrimiento; Alegría e gozo por los éxitos e adquisiciones del ser amado; Amor incondicional como extensión del Amor sin fronteras en el Espacio ni el Tiempo. 

Expandir el Amor 

Ahora vamos transportar todo esto para la vida diaria y empezar a destruir las fronteras o barreras del amor. 

Amar a todos de la misma forma incondicional, o sea, amar quien nos ama y quien no gusta de nosotros y lo más difícil: amarnos a nosotros mismos. Amar destruyendo el espacio-tiempo, o sea, amar la Totalidad…Dios… 

Ahora ya parece imposible, porque en la práctica es amar a la vecina que nos ofendió, amar al extranjero que se “quedó” con el empleo y lo peor de todo, aceptar nuestras imperfecciones… 

Bien, pero eso no es nada comparado con el amor por Dios, porque, completamente absortos en la materia, que es lo que nosotros conocemos sobre Él? 

Siendo así es imposible amar abstractamente. Estamos de acuerdo; son barreras unas atrás de otras…rsrs. 

Qué hacer? 

Primero 

Conózcanse a sí mismos y acéptense incluso cuando la claridad os roba el orgullo que tenían de ser “los mayores” de siempre, pero nunca, vuestra responsabilidad. (Cuidado para no caer en el pesimismo – primera marea negra). 

Después y es aquí que aparece la primera marea de luz: agradezcan vuestras virtudes, recen para que se expandan y agradezcan todo lo bueno que tienen en vuestras vidas. Si se comparan con más de la mitad de la Humanidad, son muy ricos, porque tienen lo necesario para poder leer este artículo, entenderlo e incluso tiempo libre para hacerlo… 

(más felices? espero que sí :)) 

Entonces ya vimos que el amor empieza por nosotros mismos, pero no es la auto-complacencia y sí un amor maduro y sin velos. 

Segundo 

Entonces, ahora van llenar el corazón de amor por alguien por quien sienten un amor lo más puro posible (según la marea luminosa) y después dedíquense a la próxima dificultad (segunda marea negra) 

Pues…ya iba haciendo falta el odio, la vieja querela que dura hace años…aquella cosita que aún nos quita el sueño en la noche…entonces entiendan que aquella persona tiene muchas virtudes (descríbanlas todas, porque al fin y al cabo la conocen mejor que nadie) y además de eso es muy buena para alguien a quien ama, tal como usted también ama…y su voluntad es ser feliz como usted. 

Despejen ese amor que tenían en el corazón, el amor por su ser querido, en el alma de vuestro enemigo y véanlo feliz y brillante. 

Y listo, en este pedacito terminamos de aplicar las cuatro incomensurables cualidades. 

Penúltimo 

Ahora dediquen algún tiempo recorriendo la Humanidad que sufre, sean específicos, si es preciso vean las noticias…y pidan por los que están presos, aunque sea con justicia humana; por los que pasan hambre: por los que matan; por los que roban; enfin, por todos los que aún viven en la ignorancia o tienen la marea de un karma malo en este momento. 

Siempre tuve amigos especiales. Me acuerdo de una amiga de colegio, Luisa, que me dijo que las desgracias pueden sucederle a cualquiera, nadie está libre… 

Solo la Compasión verdadera, en que queremos aliviar el mal que sucede a los otros hermanos tiene el poder de alegrar sus vidas. 

Y por último... 

Empiecen por el pensamiento, disciplínense y alégrense por estar vivos y piensen siempre lo mejor de los otros, verán que ese bien se comunicará rápidamente a la vida material de todos; y no será esa la mejor forma de amar a Dios? 

*Las quatro qualidades incomensuráveis son uno de los pilares del Budismo Tibetano. 
Amor (páli:Metta) - desear que todos los seres tengan la liberación de dukkha
Compasión (páli:Karuna) - desear que todos los seres tengan la liberación de las causas que generan dukkha; 
Alegría-amigable (páli:Mudita) - percibir las potencialidades de todos y alegrarse con ello (lo contrario de la envidia); 
Equanimidad (páli:Upekkha) - desear la liberación para todos, sin distinción de amigos y enemigos, personas que nos gustan, personas que no nos gustan. 

Dedico este artículo a David para que no desista de su búsqueda por la perfección... 

Así fue dicho por el Maestro de los maestros: 

Pedid y os será concedido; buscad y encontrareis; tocad y la puerta os será abierta. Pues todo el que pide recibe; el que busca encuentra y a quien toca, se le abrirá.” - Mateo 7. 

Paz y Amor, 
Curadora64 

Copyright © Curadora64 All Rights Reserved. You may copy and redistribute this material so long as you do not alter it in any way, the content remains complete, and you include this copyright notice link: 


Traducción: Lúcia  (gracias 💙)

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

As quatro incomensuráveis* - as marés do Amor


Falar sobre o Amor um assunto inesgotável para a Humanidade. Somos Amor viemos do Amor e contudo ainda temos tanto para aprender sobre a sua manifestação nos reinos materiais.

Neste artigo existe uma espécie de conclusão sobre a meditações sobre o Amor, porque embora vá falar das quatro qualidades do Amor*, e é importante entendê-las enquanto verdades espirituais intangíveis e que não se podem medir materialmente; existe também um pragmatismo associado a estas qualidades que ao serem evidenciadas na nossa vida quotidiana, enquanto praticantes do Amor, não deve ser desprezável.

Confusos? :)

Vamos começar pelas qualidades principais, as mais conhecidas: Amor que deseja o bem do ser amado e a sua felicidade, sem apego nem benefícios; Compaixão como desejo de que o ser amado esteja livre de sofrimentos; Alegria e regozijo pelos sucessos e aquisições do ser amado; Amor Incondicional como extensão do Amor sem fronteiras no Espaço e no Tempo.

Expandir o Amor

Agora vamos transportar isto para a vida do quotidiano e vamos começar por destruir as fronteiras ou barreiras do amor. 

Amar todos da mesma maneira incondicional, ou seja, amar quem gosta de nós e quem não gosta e o mais difícil amarmos-nos a nós mesmos. Amar destruindo o Espaço-Tempo, ou seja, amar a Totalidade... Deus...

Agora já parece impossível porque na prática é amar a vizinha que nos ofendeu, amar o estrangeiro que nos "ficou" com o emprego e, pior que tudo, aceitar as nossas imperfeições...

Bom, mas isso não é nada comparando com o amor por Deus porque nós, completamente absorvidos na matéria, o que conhecemos d'Ele? 

Assim sendo é impossível amar abstractamente. Estamos de acordo, são barreiras atrás umas das outras...rsrs

Que fazer?

Primeiro: conheçam-se a vós mesmos e aceitem-se mesmo quando a clareza vos rouba o orgulho que tinham de serem "os maiores", de nunca, mas nunca, a responsabilidade ser vossa. (cuidado para não caírem no pessimismo - primeira maré negra)

Depois e é aqui que aparece a primeira maré luminosa: agradeçam as vossas qualidades, orem para que se expandam e agradeçam tudo de bom que têm na vossa vida. Se compararem com mais de metade da Humanidade são riquíssimos porque têm o que é necessário para poderem ler este artigo, entendê-lo e até terem tempo livre para o fazer...
(mais felizes? espero que sim :))

Então, já vimos que o amor começa por nós mas, não é a auto-complacência e, sim, um amor maduro e sem véus.

Segundo

Então, agora vão encher o coração de amor por alguém por quem têm um amor o mais puro possível (segunda maré luminosa) e depois dediquem-se à próxima dificuldade (segunda maré negra).

Pois é... já cá faltava o velho ódiozinho, a velha rixa que dura há anos... aquela coisinha que, ainda nos rouba o sono à noite... Então entendam que aquela pessoa tem muitas qualidades (enumerem-as todas porque afinal conhecem-na melhor do que ninguém) e além disso é muito boa para alguém que ama também, tal como vós amais... e a sua vontade é ser feliz tal como vós. 

Vazem esse amor que tinham no coração, o amor pelo vosso ente querido, na alma do vosso inimigo e vejam-no feliz e iluminado.

E pronto, neste bocadinho acabamos de aplicar as quatro incomensuráveis qualidades. :)

Penúltimo

Agora, percam tempo a percorrer a humanidade que sofre, sejam específicos, se for preciso vejam os telejornais...rsrs... e peçam pelos que estão presos, mesmo com justiça humana; pelos que têm fome; pelos que matam; pelos que roubam; pelos que, enfim, ainda vivem na ignorância ou têm a maré de um mau karma neste mesmo instante.

Sempre tive amigos especiais. Lembro-me de uma amiga de liceu, a Luísa, que me disse que desgraças podem acontecer a qualquer um, ninguém está livre...

Apenas a Compaixão verdadeira, em que queremos aliviar o mal que acontece aos outros irmãos tem o poder de alegrar as suas vidas.

E por último...

Comecem pelo pensamento, disciplinem-se e alegrem-se por estarem vivos e pensem sempre o melhor dos outros, vão ver que rapidamente esse bem se comunicará à vida material de todos e isso não será a melhor forma de amar Deus?

_________________________

*As quatro qualidades incomensuráveis são um dos pilares do Budismo Tibetano.

  • Amor (páli:Metta) - desejar que todos os seres tenham a liberação de dukkha;
  • Compaixão (páli:Karuna) - desejar que todos os seres tenham a liberação das causas que geram dukkha;
  • Alegria-amistosa (páli:Mudita) - perceber as potencialidades de todos e se alegrar com isso (inverso da inveja);
  • Equanimidade (páli:Upekkha) - desejar a libertação para todos, sem distinção de amigos e inimigos, pessoas que se gosta, pessoas que não se gosta.


Dedico este artigo ao David para que não desista na busca pela perfeição...

Assim foi dito pelo Mestre dos mestres:

"Pedi, e vos será concedido; buscai, e encontrareis; batei, e a porta será aberta para vós. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e a quem bate, se lhe abrirá." - Mateus 7:8


Paz e Amor,
Curadora64

Copyright © Curadora64  All Rights Reserved. You may copy and redistribute this material so long as you do not alter it in any way, the content remains complete, and you include this copyright notice link:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

copyscape

Protected by Copyscape

DUAS TÉCNICAS DE MEDITAÇÕES PASSIVAS - OSHO

Qigong

Sobre o Amor

Adam Kadmon

Meridianos MTC

Kundalini

viagem astral

Toroide - Energia Livre

Formas de Pensamento

A Grande Invocação

Aura - o que é?

Controlo da Mente

Vida ET


"Se não existe vida fora da Terra, então o universo é um grande desperdício de espaço."- Carl Sagan
Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 29 de agosto de 2015

Chakras (https://www.facebook.com/espacoasasdeluz/videos/1080471148631502/)

Deva Premal - playlist

Daiqing Tana - OM MANI PADME HUM