Publicação em destaque

Algumas considerações sobre a visualização espontânea de auras

Sarva Yoga - Yoga Holístico

Sarva Yoga - Yoga Holístico
Guia através da Aura

domingo, 24 de dezembro de 2017

Estado da evolução - vida, morte e renascimento

Resultado de imagem para reencarnation

"Ó nobre filho, ouça atentamente sem distrair-te. Existem seis estados de Bardo, que são: o estado natural do Bardo durante a vida; o Bardo do estado onírico (durante o sono); o Bardo do equilíbrio estático (da profunda meditação); o Bardo do momento da morte (Chikhai Bardo); o Bardo da experiência da Realidade (Chönyid Bardo); o Bardo do processo inverso da existência samsárica (ou o bardo do renascimento, Sidpa Bardo)... Ó nobre filho, é chegado o momento daquilo que denominam "morte"... Não te apegues mais a esta vida por fraqueza ou covardia... Não sejas fraco, não te apegues... Lembra-te que a preciosa verdade, agora, a ti se revelará..." [pág 71/72] Bardho Tödol

A ilusão do ego – personalidade

A maior parte de nós ainda pensa sobre si mesmo como sendo o corpo e/ou a personalidade, ou seja, como sendo o João ou a Maria. J
Contudo, os yogues sabem que múltiplos “eus” compõem a Entidade a que chamamos Homem. E tudo isto é bem entendido quando se muda de estado ou dimensão, melhor dizendo, quando a nossa consciência se move por entre os eus.

A morte como o despir de uma roupa velha e usada

Há uma imagem que gosto de utilizar, como metáfora, para explicar os corpos que possuímos em níveis energéticos progressivos. Somos tal como uma cebola, uma cebola especial, que tem uma lâmpada no interior cuja luz é mais forte de cada vez que retiramos uma pele. Estas peles são como múltiplas peças de roupa que vamos descartando ao longo da evolução espiritual. Ver mais aqui.

O caminho para descobrir a Verdade Absoluta leva-nos até a esta Luz Interior e uma vez conseguida esta façanha nunca mais voltamos e estar sós e perdidos.

A morte por etapas

A morte física dá-nos uma noção muito exata destes conceitos. Os povos orientais sempre a estudaram e dizem-nos com muita lógica que, sabendo o que se passa na altura da morte sabem também como somos constituídos e como interagem os nossos corpos extra físicos entre si.

1ª etapa - A ausência de filtros

É uma crença universal que temos o dever de proporcionar uma boa morte a todos os que a Vida nos confia. Isto porque, tal como nascemos, aquando da hora da morte perdemos os filtros proporcionados pela mente intelectual e personalidade. Estes filtros impedem que extrapolemos entre o muito bom e o muito mau. Sadhguru explica isto muito bem no seguinte filme. Diz ele que é como se fossemos de novo bebés em que com uma pequena infelicidade se gera um inferno de miséria e com uma pequena alegria um paraíso celestial.


2ª etapa – A ausência de prana e a morte do corpo físico

No filme anterior Sadhguru explica ainda a saída das 5 manifestações de prana (samana, prana, udana, apana, vyana) no pós-morte. Ao fim de 12h a saída da forma de prana geral (Vyana) impossibilita a ressuscitação.

3ª etapa: As ilusões dos planos astrais

Dizem os Tibetanos no seu célebre Bardho Tödol, Livro dos Mortos, que quando se morre, a maior parte das pessoas não está preparada para tal e nem percebe que morreu.

Quando alguém assim morre, a primeira coisa que faz é tentar falar com os vivos, com a sua família e amigos. Mas depois, percebe que ninguém a ouve e começa a vaguear e apercebe-se que não tem sombra, nem deixa pegadas na areia. Acaba afinal por entender que morreu e é nessa altura que se apercebe dos Auxiliares, que a têm a missão de ajudar os mortos no plano astral. Essas pessoas vão guiá-la e apoiam-na ao atravessar os 3 bardhos.

Há vários níveis de compreensão e evolução e para algumas pessoas é muito complicado pois não acreditam em nada, nem em Deus. Essas ficam numa bolha escura porque são ignorantes espiritualmente. Ficam ali até ser insuportável e até que começam a ver a luz astral. Os dogmas e crenças têm o mesmo efeito. A própria pessoa faz isso… aliás tudo o que nos acontece somos nós que produzimos devido ao que pensamos.

Essas pessoas ficam assim muito tempo (para elas) … o Tempo aqui não é igual ao nosso.

Por exemplo, os tibetanos acreditam que no final de 49 dias terrenos a pessoa está preparada para reencarnar. Os lamas tibetanos telepáticos comunicam com os monges que atravessam todo o período da morte, antes, durante e depois. No livro Bardho Tödol (livro tibetano dos mortos) fala nisto tudo e na reencarnação também. Bardho é o local onde a pessoa fica entre reencarnações. Para nós é o plano astral e existem vários níveis neste plano. Vamos para aquele nível compatível com a nossa energia.

A meditação como processo de sair da roda do Samsara

O nível mais alto deste plano é usado, na altura da morte, por monges muito evoluídos e que nele entram em meditação observando tudo o que a mente lhes apresenta: luzes, seres, sons, etc. Eles não se ligam a nada, nem se fascinam (apegam) com nada porque sabem que a mente produz tudo e nada disto é real. Entrando na meditação do vazio, sabem que apenas a Luz astral é verdadeira e ficam na Luz em Paz, ignorando tudo o resto. Se o fizerem bem não voltam a reencarnar pois atingem a iluminação pós morte.

As pessoas vulgares costumam apegar-se a algo que vêm durante esse tempo pós morte e é por isso que voltam a reencarnar, pois querem satisfazer um desejo, um apego.

Esta meditação deixa passar tudo tal como a meditação do vazio e em vez de se concentrarem na respiração (que já não existe porque estão mortos) ligam-se à Luz. Produz-se assim a Iluminação e ficam livres da roda do Karma (Samsara) e se quiserem voltar a reencarnar podem escolher onde e quando, sem serem obrigados ou atraídos sem escolha para um determinado casal. Essa fascinação ou apego obriga ao reencarne num determinado lugar onde seja possível satisfazer esse desejo. Geralmente as emoções levam-nos a esses apegos e podem dar lugar a situações muito complexas. Numa situação simples: o desejo de aprender ballet pode dar origem ao reencarne numa família adequada à satisfação desse desejo.

Se quiserem saber a descrição dos 49 dias dos Bardhos podem ler aqui.

O local do corpo onde a alma sai reflete a evolução espiritual do corpo e condiciona o loka onde reencarna:



Veja também o Brihadaranyaka Upanishad.

O Nascimento – quando entra a alma no corpo?

É um processo gradual…ao fim de 42 48 dias a vida entra no corpo do feto. Algumas vezes entra mais tarde e isso significa que é Alguém especial. Entre 84 e 90 dias a vida realmente liga-se ao feto e desde então passa a ser um bebé. Ver mais aqui.

O renascer iniciático

Como já disse noutro post, o renascer de um iniciado marca a sua nova vida e desde os mistérios Egípcios que temos arquivos que mostram que assim o é.

Durante três dias o iniciado desce aos infernos, faz serviço noutros lokas e acorda na sua “cruz elevada e cubo desenvolvido” com nova energia entrando pelo chakra coronário. É assim que se dá o passamento de neófito a iniciado. Seja dentro de um sarcófago numa pirâmide ou dentro de uma gruta, ou caverna ou catacumba, o processo e efeito é o mesmo.

A transmigração no Tibete

Lobsang Rampa e Ramacharáca reclamaram terem efetuado esse processo aqui no Ocidente usando corpos ocidentais para o efeito.

Mas no Tibete existem locais onde corpos estão em esquifes prontos a serem utilizados por grandes entidades que não querem colocar em risco os seus corpos originais aqui na Terra. No final de 3 dias a pessoa passa a sua consciência para o corpo que pode usar durante 1 ano menos um dia. Acredito que há muita gente por aí usando corpos destes.

25 Dezembro como o renascer do Sol

Embora o dia mais curto deste ano de 2017 tenha sido no solstício de inverno, dia 21 de Dezembro, e assim sendo a partir desta data os dias vão crescer… Isto é cientificamente mas esotericamente, a partir de 25 de Dezembro, temos o acordar do Sol e é o que celebramos no nascimento de Cristo e noutras celebrações da época.

O Renascer do Sol simboliza a Ressurreição com tudo o que isso implica e é por isso que hoje que é véspera de Natal, dia 24, quis acabar este artigo como sendo uma Luz de Esperança no vosso Caminho Espiritual e essa Luz é Cristo o verdadeiro Mestre e arquétipo do Vencedor da Morte.

Resultado de imagem para reencarnation

Paz e Amor
Curadora64 

Copyright © Curadora64  All Rights Reserved. You may copy and redistribute this material so long as you do not alter it in any way, the content remains complete, and you include this copyright notice link:

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

FASE DE LA EVOLUCIÓN ESPIRITUAL – LA QUEMA DEL KARMA O LIMPIEZA CÓSMICA

Resultado de imagem para imagens para retirada del velo
Giovanni Strazza (Italia, 1818-1875) - La virgen del velo

Viernes, 8 de Diciembre de 2017

Ha llegado el momento de retirar el velo que nos separa de ustedes. Este es el momento de esa transmutación, donde el velo es retirado definitivamente.
Hagan su trabajo y así, en conjunto, logramos nuestra unificación, TODO ES SOLO UNO. Nunca más diremos: de este lado del velo, solo diremos: SOMOS SOLO UNO y esta FAMÍLIA DE LUZ KROWN también es tuya, es vuestra, es de todos. Siempre así fue y asíserá”  FAMILIA DE LUZ KROWN a través de Silvia Guimarães.

La retirada del velo  que es el velo?

Eso está sucediendo, sin duda y es para todos los que lo desean. El libre albedrio es respetado, como siempre, en el mundo espiritual.

Pero lo que queremos saber es: que significa levantar o retirar el velo. Y que es el velo?
El velo, también denominado Velo de Isis, es un tapón energético que impide la subida natural de las almas a las dimensiones superiores y sobretodo, impide que la cuarta dimensión vacíe sus desvaríos mentales en la 3ª dimensión.

Todo lo que idealizamos, mentalmente y que no es  digamos  altruista, queda preso en los niveles inferiores de la 4ª dimensión. A esos niveles los llamamos Umbral. Las entidades creadas por los pensamientos equivocados generalmente regresan para atraparnos en la rueda del karma, porque aún después de evolucionar espiritualmente tenemos que pagar todo el karma que generamos en otras vidas y lo tenemos que hacer antes de elevarnos de nivel o dimensión.

Las consecuencias de la retirada del velo

Antes de subir de nivel tenemos que pagar el peaje y las deudas: esas son las consecuencias de la retirada del velo. Cuando presenciamos esa retirada del velo, quedamos delante de todos los errores que creamos en esta y en otras vidas.

Pero, existe esperanza y solución para ese sufrimiento. Al aceptar las cosas negativas que nos suceden, con el mínimo de emoción, minimizamos esas fuerzas. A esto se le llama dar la otra faz. Responder al mal con el bien.

La clave es una observación indiferente en la que nos distanciamos de los peores momentos, aunque estemos presentes. También debemos pedir ayuda a nuestro Ángel y confiar en que todo es transitorio y tiene solución.

La mejor consecuencia es la posibilidad de poder acceder a la felicidad presente en las dimensiones superiores a la 4ª dimensión. A partir de la 5ªD tenemos Seres Benévolos que nos quieren ayudar y que ahora están a solo un pensamiento de distancia, dirigido con ligera intención.

Sin embargo y del mismo modo, podemos dar fuerza a nuestros problemas si no sabemos auto motivarnos y dirigirnos en el sentido positivo.

Es importante estar atentos para discernir bien y actuar de modo sensato, en vez de precipitarnos en la locura de las emociones o de modo contrario, quedar estáticos en un letargo mórbido.

La ayuda de las entidades superiores en esta hora de cambios y limpieza cósmica

Los dejo con esta seguridad y termino. Sé que ya saben de eso, pero pidan ayuda, siempre que se sientan tomados por la duda o la desesperanza.

También sé que ya dije todo esto muchas veces, aquí mismo, en este blog, pero esa es mi función: repetir las veces que sean necesarias, estas nobles verdades que no tienen precio ni edad. Siempre fue así, pero ahora es más fácil acceder a la elevación de estas energías y esa es la única diferencia.

Todos los cabellos de tu cabeza están contados (Lucas 12:7)- dice la Biblia y es muy cierto. El significado de esa frase es que la Ley del Universo es implacable, pero justa.
Y misericordiosa también Dios es AMOR.

Aunque los humanos se quejen del mal y deseen el bien, parecería que ellos están mucho más convencidos del poder del mal que del poder del bien. Ellos dicen que la experiencia les ha enseñado que quien quiere crear desorden y derrumbar a todos los seres, lo logra más fácilmente y más rápidamente que aquel que quiere ser útil y colocar orden en una situación; entonces de qué sirve hacer tanto esfuerzo? Por eso, ellos no reaccionan e incluso, también se dejan arrastrar en el camino del mal.
Pero hay una cuestión que no consideraron: cuanto tiempo durarán los sucesos que el mal parece proporcionar? Sí, para sacar conclusiones verdaderamente validas es preciso tener en cuenta el factor tiempo: durante cuánto tiempo triunfarán las fuerzas del mal? Porque en el momento en que este comienza a actuar, las fuerzas del bien no quedan inactivas: también se yerguen para restablecer el orden y la justicia.

Omraam Mikhaël Aïvanhov

Paz Y Amor
Curadora64 

Traducción: Lúcia (gracias 💙)

Copyright © Curadora64  All Rights Reserved. You may copy and redistribute this material so long as you do not alter it in any way, the content remains complete, and you include this copyright notice link:

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

O estado da evolução espiritual – a queima de karma ou a limpeza cósmica

Resultado de imagem para anjo e véu


Anjo com o véu Estátua na ponte de Ponte Sant Angelo, Roma

 

“Está na hora de retirar o véu que nos separa de vós, chegou o momento dessa transmutação, o véu é retirado definitivamente, façam o vosso trabalho e assim em conjunto alcançamos a unificação, TUDO É UM SÓ. Jamais te diremos, deste lado do véu, simplesmente te diremos SOMOS UM SÓ e esta FAMÍLIA DE LUZ KROWN também é tua, é vossa, é de todos. Sempre assim foi e assim será.” – FAMÍLIA DE LUZ KROWN através de Sílvia Guimarães


A retirada do véu- O que é o Véu?

Não há dúvida de que isso está a acontecer e é para todos que assim o desejarem. O livre arbítrio é respeitado, como sempre o é, no mundo espiritual.

Mas, o que queremos saber é: o que significa levantarmos e retirarmos o véu. E o que é o véu?

O véu, também denominado Véu de Ísis é um tampão energético que impede a subida natural das almas às dimensões superiores e, sobretudo, impede que a quarta dimensão despeje os seus desvarios mentais em cima da 3ª dimensão.

Tudo o que idealizamos mentalmente e que não é – digamos – altruísta, fica preso nos níveis inferiores da 4ª dimensão. Níveis esses a que chamamos de Umbral. As entidades geradas pelos pensamentos “errados” geralmente voltam para nos apanhar karmicamente.

Porque mesmo depois de evoluirmos espiritualmente temos de pagar integralmente o karma que geramos noutras vidas. Isto antes de subirmos de nível ou dimensão.


As consequências da retirada do Véu

As consequências são precisamente termos de pagar a portagem e as dívidas antes de subirmos de nível. Estamos perante todas as anomalias que gerámos, nesta e noutra vida, ao presenciarmos a retirada do Véu.

Mas, existe esperança e solução para este sofrimento. Ao aceitarmos com o mínimo de emoção as coisas negativas que nos acontecem estamos a apaziguar essas forças. Chama-se a isto “dar a outra face”. Responder ao mal com o bem. J

A chave é uma “indiferença observadora” na qual nos destacamos dos piores momentos embora estejamos presentes. Devemos também pedir ajuda ao nosso Anjo e confiar que tudo é passageiro e tem solução.

A melhor consequência é a possibilidade de podermos ter acesso à felicidade presente nas dimensões superiores à 4ª Dimensão. A partir da 5ª dimensão temos Seres benfazejos que nos querem ajudar. E agora estão à distância de um pensamento dirigido com leve intenção.

No entanto, do mesmo modo, podemos dar força aos nossos problemas se não nos soubermos auto motivar e direccionar no sentido positivo.

É importante estarmos vigilantes para discernirmos bem e agirmos de modo sensato, em vez de nos precipitarmos na loucura das emoções ou, de modo inverso, ficarmos tolhidos em morbidez flácida.

A ajuda das entidades superiores nesta hora de mudança e limpeza cósmica

É com esta certeza que vos deixo que quero terminar. Sei que já sabem disto mas peçam sempre ajuda quando se sintam assolados pela dúvida ou pelo desespero.

Sei, também, que já disse tudo isto muitas vezes aqui mesmo neste blog mas é a minha função repetir as vezes que forem precisas estas nobres verdades que não têm preço nem idade. Sempre foi assim mas, agora, é mais fácil o acesso e a subida a estas energias, e essa é a única diferença.

“Todos os cabelos da tua cabeça estão contados” (Lucas 12:7)- diz a Bíblia e é bem verdade. O significado é que a Lei do Universo é implacável mas é justa.

E misericordiosa também… Deus é AMOR.

"Embora os humanos se queixem do mal e desejem o bem, dir-se-ia que eles estão muito mais convencidos do poder do mal do que do poder do bem. Eles dizem que a experiência lhes mostrou que quem quer criar a desordem, demolir os seres, consegue-o mais facilmente e mais rapidamente do que quem quer ser útil e repor uma situação em ordem; então, para que serve fazer tantos esforços? Eles não reagem ou até se deixam arrastar no sentido de também agirem mal.
Mas há uma questão que eles não consideraram: quanto tempo durarão os sucessos que o mal parece proporcionar? Sim, para se tirar conclusões verdadeiramente válidas, é preciso ter em conta o factor tempo: durante quanto tempo irão triunfar as forças do mal? Porque, no momento em que o mal começa a agir, as forças do bem não ficam inactivas: também se erguem para restabelecer a ordem e a justiça."

Omraam Mikhaël Aïvanhov


Paz e Amor
Curadora64 

Copyright © Curadora64  All Rights Reserved. You may copy and redistribute this material so long as you do not alter it in any way, the content remains complete, and you include this copyright notice link:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

copyscape

Protected by Copyscape

DUAS TÉCNICAS DE MEDITAÇÕES PASSIVAS - OSHO

Qigong

Sobre o Amor

Adam Kadmon

Meridianos MTC

Kundalini

viagem astral

Toroide - Energia Livre

Formas de Pensamento

A Grande Invocação

Aura - o que é?

Controlo da Mente

Vida ET


"Se não existe vida fora da Terra, então o universo é um grande desperdício de espaço."- Carl Sagan
Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 29 de agosto de 2015

Chakras (https://www.facebook.com/espacoasasdeluz/videos/1080471148631502/)

Deva Premal - playlist

Daiqing Tana - OM MANI PADME HUM