Colecções Auras G+

Colecções Auras G+
Curadora Sessenta e Quatro

Publicação em destaque

Algumas considerações sobre a visualização espontânea de auras

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Comer, Amar e Orar






Existe um livro muito famoso, “Comer, Orar e Amar”. Fizeram inclusive um filme com Julia Roberts no papel da protagonista.

Retrata uma busca interior depois de um caso de divórcio tumultuoso em que a heroína perde tudo. Começa por aprender a cozinhar em Itália; aprende a meditar na Índia e a amar em Bali. Haja dinheiro! Rsrs

Não precisamos de ir tão longe, podemos aprender a trocar energia com o Mundo e com Deus - e é disso que se trata - no conforto da nossa casa.

COMER

Sei que pensam que sabem comer. Pois… A maior parte das pessoas come apressadamente qualquer coisa que lhe aparece sem pensar naquilo que está a fazer. Aliás, geralmente até pensam. Pensam no chefe e nos colegas que lhes dão dores de cabeça; no cônjuge e nos filhos que as desafiam… sei lá!

O primeiro passo é escolher bem o que se come. Nem todos os dias são iguais e existem dias em que a nossa energia pede um certo tipo de alimentação com mais calorias e outros em que pede, por exemplo, picantes e salgados.

Mas existe uma outra perspectiva. Estamos a atravessar uma altura da nossa evolução que certos alimentos não são mais aceites pelo nosso corpo. É preciso prestar atenção e detectar quais senão podemos ser acometidos por toda a espécie de desarranjos gastro-intestinais para não dizer mentais.

Existe um ditado que diz: “somos o que comemos”.

E como comemos nós?

Os antigos antes de começar a comer agradeciam a Deus e aos próprios Seres de quem se iam alimentar. Em África ainda existe o costume de os caçadores agradecerem ao animal que caçaram a dádiva da sua vida. Ao fazer-se isto apazigua-se os elementos da Natureza e “convida-se” para a nossa mesa Entidades elevadas que derramam as suas bênçãos sobre os alimentos.

Experimentem e verifiquem… Se adicionalmente comerem com calma e conscienciosamente em ambiente relaxado e harmonioso vão-se sentir progressivamente com mais energia e com menos stress.

AMAR
Como Amamos?

A maior parte das pessoas não sabe amar. A minha mãe, quando eu era jovem e rebelde, em plenos anos 80, deu-me um pequeno poster que dizia: “Amar é dar de presente o coração.”

Na altura eu não entendi, precisei sofrer muito até ser a minha vez de dar o coração e aprender como o fazer. As primeiras tentativas foram muito toscas: o meu amor não era puro e eu concentrava-me mais naquilo que poderia receber do que naquilo que eu poderia dar.

Muitas relações acabam por isso mesmo; ambos esperam pelo que o outro lhes pode dar, em vez de serem os primeiros a dar o que de melhor têm.

As pessoas não são perfeitas e não há casamentos perfeitos mas sim pessoas que se juntam para aprenderem uma com a outra e juntas criarem uma família.

Tive a bênção de ver de perto dois casamentos quase perfeitos: os dos meus avós que estiveram casados cerca de 60 anos. Eles respeitavam-se, apoiavam-se e amavam-se. Na verdade penso que já não sabiam onde começava um e acabava o outro. Sei que no início nenhum dos casamentos foi fácil mas eles foram honestos e usaram essa honestidade para se conhecerem cada vez melhor e adaptaram-se um ao outro.

Na amizade e nas relações familiares tem de acontecer o mesmo. É à volta destes 3 tipos de amor que nós evoluímos, é com estas pessoas mais próximas que aprendemos mais.

Então, porque não fazer duas coisas fundamentais? Pensar sempre o melhor dos outros e dar-lhes sempre o melhor amor que vem de dentro de nós próprios?

É que ao fazermos isso todos nós melhoramos mais e mais… Tive uma colega da faculdade que quando íamos falar com algum professor, invariavelmente para nos subir a nota, dizia sempre: - Temos que pensar que o professor é nosso amigo. – e resultava, quer dizer, pelo menos o professor era bastante mais simpático do que habitualmente.

Orar

Trazer o Céu para a Terra

É isso mesmo… Ao permitirmo-nos subir até ao mais Alto e conseguirmos entrar nessa paz e nesse silêncio vão aparecer-nos novos Amigos. Esses amigos são bons, compassivos e harmoniosos e celebram os visitantes com prendas espirituais de abundância e amor.

É mais simples do que posso dizer… todos nós o sabemos fazer intuitivamente. Cultivem o silêncio e a calma e cada vez vai ser mais fácil elevarem-se às regiões do Espírito e depois lá espalhem o vosso amor. Esperem um pouco e sintam aquele sentimento bom que nos inunda e acolhe.


Assim seja!

Paz e Amor
Curadora64

Copyright © Curadora64  All Rights Reserved. You may copy and redistribute this material so long as you do not alter it in any way, the content remains complete, and you include this copyright notice link:
http://auras-colours-numbers.blogspot.com/

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

copyscape

Protected by Copyscape

Qigong

Sobre o Amor

Adam Kadmon

Meridianos MTC

Kundalini

viagem astral

Toroide - Energia Livre

Formas de Pensamento

A Grande Invocação

Meditação pela Paz

Meditação fora do espaço e tempo (a qualquer hora e em qualquer lugar, sem inscrições nem regras)Apelo ao envio de Luz...

Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 11 de Julho de 2015

Aura - o que é?

Controlo da Mente

Vida ET


"Se não existe vida fora da Terra, então o universo é um grande desperdício de espaço."- Carl Sagan
Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 29 de agosto de 2015

Chakras

Deva Premal - playlist