Colecções Auras G+

Colecções Auras G+
Curadora Sessenta e Quatro

Publicação em destaque

Algumas considerações sobre a visualização espontânea de auras

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Crónicas do Um – As Sete Raças e os Sete Elementos


No livro, “A Doutrina Secreta”, volume III, logo no início, H. P. Blavatsky, declara que a Evolução Humana se deu em 7 pontos distintos do globo simultaneamente com 7 raças diferentes e primordiais.

O corpo astral serviu de modelo ao corpo físico, nascendo em primeiro lugar.

O Homem nesta Era (a quarta) precedeu todos os mamíferos incluindo os antropóides do reino animal. 

A Lua é mais antiga que a Terra. Esta Lua que vemos está já morta, isto é os seus princípios de Alma foram já transferidos para a Terra, sendo esta sua filha espiritual.

A Lua que contemplamos é apenas a carcaça física, que restou e, de onde os Pitris Lunares retiraram o “Alimento Espiritual“ partindo daí para criarem o Homem Primordial.

Os Pitris Lunares geraram a primeira Raça, que era Etérea.

No tempo da “Queda dos Anjos” [Filhos da Luz], segundo as tábuas babilónicas e outros escritos, já se fazia referência à Raça dos Deuses [duplos etéreos dos Pitris Lunares] e mais duas Raças.

A cronologia de H. P. Blavatsky aponta para as Eras ou Yugas assim como as 4 Eras do Hinduísmo.

Vou contar no jeito de fábula a história apaixonante do Homem, como ser Divino que é.


Quando o Universo se começou a expandir foi graças primeiro à Matéria Primordial que serviu de Veículo ao Grande Espírito. Estes deram origem a 7 grandes Seres, todos diferentes, cada um em seu princípio, mas muito etéreos, os Dhyân Chohan, seres do primeiro Logos.

Estes por sua vez produziram outros 7 Seres Criadores [Pitris do segundo Logos] mais “materiais”, todos segundo um elemento, que conseguiram começar a criar o mundo material.

A cada um deles corresponde um Planeta ou Princípio. 

Sendo a primeira raça criada Solar, a segunda submetida a Júpiter, a terceira a Vénus e Marte, a quarta à Lua e Saturno e a quinta a Budha e Mercúrio.

Desde o princípio existia um plano de criar o Homem e, em cada Era, depois de cada noite de Brama, o objectivo era o seu aperfeiçoamento.

Depois de criada a Terra, esta, por si só, na tentativa de criar o Homem, produziu raças de seres estranhos tais como seres alados e seres marinhos, todos eles muito maus porque não continham os princípios superiores da mente.

Alguns exemplares mumificados têm aparecido recentemente.

Houve uma dificuldade em se incorporar os 3 princípios superiores no Homem o que só ao fim de 3 Eras se conseguiu.

Diz, na página 119, da Doutrina Secreta, vol. III (tradução modificada para se compreender melhor):

“A Mónada Humana necessitava de uma Forma. Deram-na os Pais [o Pai é o Principio Elétrico que reside no Sol e a Mãe é a Lua, sendo o Éter o agente transmissor]. Necessitava de um corpo denso; a Terra com a ajuda dos seus elementais o modelou. Necessitava do Espirito da Vida; os Espíritos Solares o insuflaram em sua Forma. Necessitava de um Espelho do seu Corpo [Sombra Astral]; ‘Nós lhe damos o nosso!’ disseram os Dhyânis. Necessitava de um Veículo dos Desejos [Corpo Emocional]; ‘Aqui o têm!’ disseram os ‘Drenadores das Águas’[ver ShuChi]. Mas a mónada precisava de uma Mente para abranger o Universo; ‘Isso não lhe podemos dar!’ disseram os Pais. ‘Nunca a tive!’ disse o Espírito da Terra. ‘Se eu lhe desse a minha a Forma seria consumida!’ disse o Fogo Solar’… e o Homem permaneceu um fantasma sem entendimento… Assim, mais tarde na terceira raça, os 3 Fogos [os Filhos da Luz] lhe deram a Vida [o Fogo Espiritual, a Divina Consciência que engloba o Espírito, a Alma e a Mente].”

Os elementos, segundo a evolução do Homem e o Sentido desenvolvido associado, até à nossa época são:

Éter (semi material) – Ouvido – Som
Ar (material) – Tato – Som e Tato
Fogo ou Luz (material) – Visão - Som Tato e Visão
Água (material) – Gosto - Som Tato Visão e Gosto
Terra (material) – Olfacto - Som Tato Visão Gosto e Olfacto

Sobre os outros 2 sentidos que ainda temos de desenvolver eles têm a ver com a Mente Cósmica [Mahat] e o Eu Superior [Ahamkara]. E nessa altura, durante o evento da sexta raça, teremos vislumbres dos dois elementos que faltam.

Madame Blavatsky fala ainda em algo que a última sub-raça da 5ª raça, nós somos a penúltima, experimentará: a permeabilidade da matéria.

Sobre esta propriedade já têm falado os delatores do programa espacial secreto ao descrever as luas dos sistema solar como bases espaciais. Veja-se aqui no minuto 10’54’’.

As sete raças:

1ª Raça - "Nascidos por Si Mesmos" ou "Sem Mente" - Esta raça apareceu há 300 milhões de anos e viveu num continente que Blavatsky chamou de "A Ilha Sagrada e Imperecível" ou ilha Branca. Os Homens desta raça eram imensos e não possuíam nem corpo físico (eram seres etéreos), nem mente. A reprodução ocorria por cissiparidade (algo semelhante ao que ocorre com as amebas). Como esta raça não era mortal, ela não desapareceu, apenas converteu-se na próxima, os "Nascidos do Suor".




2ª Raça - "Nascidos do Suor" ou "Sem Ossos" - Eles viveram num continente chamado "Hiperbóreo", situado no polo norte. Nesta raça apareceu um rudimento de mente, no entanto, ainda não havia uma ponte entre espírito e matéria, a consciência era rudimentar. Ao final do seu período de evolução, esta raça converteu-se na seguinte, a "Nascidos do Ovo".
As duas primeiras raças são chamadas de raças semi-divinas e por isso não existem fósseis ou vestígios delas.


3ª Raça - "Nascidos do Ovo" ou Lemuriana - Viveram num continente chamado Lemúria, entre a África oriental e a América do sul. Esta raça era inicialmente hermafrodita e reproduziam-se por meio de um ovo que se desprendia do corpo. Esta raça passou por grandes transformações durante o seu período evolutivo. Ao final do seu período, o Homem tornou-se mortal, consolidando-se o corpo físico e a reprodução sexuada como se conhece hoje (então esta raça desapareceu, convertendo-se na raça Atlante).

A terceira raça, teria três olhos, sendo um na nuca, hoje atrofiado, tendo dado origem à glândula pineal - actualmente conhecida como epífise - mãe dos poderes paranormais de tal raça que possuía uma visão total do Universo sem impedimento de distância ou temporal.

A pineal tem correlação com a estrutura histológica e embrionária dos olhos, ficando situada entre os lobos occipitais do cérebro e controla os mecanismos metabólicos circadianos além de todas as outras glândulas reportando apenas ao corpo emocional. A pineal é considerada, por muitas culturas, um importante centro de energia e de para normalidade e que tanto Atlantes como Lemurianos as teriam particularmente mais desenvolvidas, muito além das atribuições que a actual medicina reconhece.

As ilhas do Pacífico são o único que resta desta raça, além de esqueletos de super gigantes encontrados um pouco por todo o Mundo. Ver aqui e aqui.



4ª Raça - Atlante - Eles são os gigantes que viveram há 18 milhões de anos, em um continente chamado Atlântida. São os primeiros que podemos chamar de Homens, com todos os princípios que nós temos actualmente. A raça Atlante representou o ponto mediano da evolução destas sete Eras. A Atlântida, assim como os seus habitantes, foi destruída por um cataclismo. Os sobreviventes deste desastre fundaram a nova raça-raiz, a Ariana. 

Existem evidências desta raça um pouco por todo o mundo. Veja-se os crânios de Paracas e a cabeça da rainha Nefertiti. Veja também aqui.

As ilhas dos Açores, Madeira, Cabo-Verde e Canárias são o remanescente deste continente - está provado terem a mesma origem geológica (Macaronésia) e há provas de uma ponte de terra entre a América do Norte e a Europa durante o Jurássico, anterior a 160 milhões de anos. Portanto, poderia ter existido uma grande ilha Atlântica num passado muito distante.

5ª Raça - Ariana - Segundo madame Blavatsky, a raça Ariana, a actual raça-raiz, existe há aproximadamente 1 milhão de anos. E, de facto, existem evidências disto no norte de África e África do Sul.

A sétima sub-raça Ariana deve aparecer brevemente, na aurora da era do Bronze, na qual estamos a entrar e promete trazer novidades.

Algumas já as vemos em nós e nas nossas crianças: mais espiritualidade e mais amor.



A 6ª Raça vai-se manifestar durante a Era de Prata e vai produzir Homens cada vez mais Etéreos mas com Consciência e Sabedoria profunda – e essa é a diferença fundamental da anterior era de Ouro, na curva descendente para esta na curva ascendente - até atingir o ponto culminante na 7ª Raça, na Era de Ouro.

Quem sabe o que nos trará a próxima Era? Nem nos meus sonhos mais malucos consigo imaginar…uma coisa é certa, todos iremos participar! :)

Paz e Amor
Curadora64

Copyright © Curadora64  All Rights Reserved. You may copy and redistribute this material so long as you do not alter it in any way, the content remains complete, and you include this copyright notice link:
http://auras-colours-numbers.blogspot.com/

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

copyscape

Protected by Copyscape

Qigong

Sobre o Amor

Adam Kadmon

Meridianos MTC

Kundalini

viagem astral

Toroide - Energia Livre

Formas de Pensamento

A Grande Invocação

Meditação pela Paz

Meditação fora do espaço e tempo (a qualquer hora e em qualquer lugar, sem inscrições nem regras)Apelo ao envio de Luz...

Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 11 de Julho de 2015

Aura - o que é?

Controlo da Mente

Vida ET


"Se não existe vida fora da Terra, então o universo é um grande desperdício de espaço."- Carl Sagan
Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 29 de agosto de 2015

Chakras

Deva Premal - playlist