Colecções Auras G+

Colecções Auras G+
Curadora Sessenta e Quatro

Publicação em destaque

Algumas considerações sobre a visualização espontânea de auras

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Crónicas do UM – A semana cósmica



Como é que o finito que eu sou como humana, vivendo na dualidade, pode explicar aquilo que É UNO e Infinito?

Não é fácil, já muitos tentaram antes de mim e existem povos orientais, tais como os Indianos e os Tibetanos, que têm um vocabulário próprio para cada fase e cada manifestação do UM.

Mas o homem e mulher comum não sabe sânscrito, nem entende muitas das sequências que constituem a manifestação do Inefável.

[Além disso a visão de há mais de 100 anos era mais limitada e tudo evolui muito mais desde então.]

Mesmo assim não desanimei, porque sei que é assunto da maior importância para estes tempos que decorrem. Prometo dar o meu melhor e assim inicio as Crónicas do UM.

***

O nosso sistema solar, eterno viajante do espaço sideral, atravessa, já há alguns anos, uma região altamente energética, com uma alta frequência.

Este chuveiro de energia tem desenvolvido a mente e a matéria a um nível inimaginável há bem poucas décadas.

Estima-se que, por exemplo, o ADN Humano mudou apenas 7% em 7000 anos mas, mais de 30% nos últimos 30 anos.

Tudo isto estava previsto e faz, como sabemos todos, parte daquilo que denominamos de Ascensão. Estava prevista e programada desde sempre e é um acontecimento natural na vida do Universo como a manifestação do UM.

É fácil de entender se pensarmos em nós como sendo semelhantes ao Universo e sendo mais específicos: como o nosso sistema solar.

Reparem bem: dividimos o nosso tempo em dias e noites, regulando isto pelo nascer e pôr-do-sol. Pois bem, também o universo nasce como manifestação do UM [que é a causa, sendo o Universo o efeito] e é absorvido pelo mesmo UM [depois da dissolução ou do retorno da heterogeneidade para a homogeneidade].

Materialmente, podemos imaginar que o universo nasceu como um átomo que ao dividir-se e divergir [o um tornou-se muitos] deu origem a tudo isto que percepcionamos.

Mas, tal como nós que temos vários corpos de densidades diversas, formadas pelo jogo dual entre a Matéria e o Espírito, também o universo é composto por Mente, Energia e Matéria.

Ou, se quiserem, por: Espírito, Alma e Corpo. Costumo dizer que a Aura é a manifestação visível da Alma. Mas isto é um desvio… :)

Hoje quero falar-vos dos ciclos e da semana Cósmica.

Segundo os videntes mais argutos de todas as Eras [Kalpas, Eons] passadas, que escreveram os documentos mais antigos que se possa imaginar, sobre cosmogonia, o Universo manifestado vai nascer e morrer sete vezes.

Neste momento, está exatamente a passar um bocadinho do meio da sua vida total, já que este é o meio do quarto ciclo de morte e renascimento.

Um ciclo é representado por uma imagem que nos permite compreender melhor a velocidade e forma da nossa evolução.



Vamos à forma primeiro. Segundo os antigos videntes, no pico inferior do ciclo negativo (-) atingimos a máxima evolução da matéria e a mínima espiritual. Isto aconteceu no tempo da 4ª raça: a raça Atlante.

Neste momento, estamos numa zona ascendente em que a curva atravessa um ponto neutro (O) e podemos dizer que, a nossa 5ª raça tem quase tanto de espiritual como de material.

Quanto à velocidade: a evolução espiritual nesta altura do ciclo é muito superior à de 100 anos atrás e, no futuro, os nossos corpos e mentes serão progressivamente mais refinados até ao final do sétimo ciclo.

Mas, a explicação mais detalhada deste assunto vai fazer parte da próxima Crónicas do UM… :)

Paz e Amor
Curadora64

Copyright © Curadora64  All Rights Reserved. You may copy and redistribute this material so long as you do not alter it in any way, the content remains complete, and you include this copyright notice link:
http://auras-colours-numbers.blogspot.com/ 

4 comentários:

Márcia disse...

Olá, Curadora64!
Gosto de seus textos e de sua expressão simples de comunicação ao passar de forma explicativa o conhecimento. Devagar vou lendo seu blog, e aprendo mais um pouquinho com seus escritos.
Só uma curiosidade: qual a sua data de nascimento? Sei que nasceu em 1964 (assim como eu). É só uma identificação que "sinto" com você. :)
Obrigada pela sua atenção,

Márcia

Curadora64 disse...

Olá Márcia,
obrigada querida por suas palavras tão simpáticas e doces.
Sou uma cinquentinha de 64: nasci a 12 de Janeiro, 9h30, em Luanda. Capricórnio com ascendente em Peixes. :)
E você?
Se quiser pode falar mais comigo através de curadora64@gmail.com
beijinhos

Márcia disse...

Obrigada pelo carinho de seu retorno, Curadora64!
Não sou astróloga. É só o meu "sentir"...
Sou nascida em 09 de Abril de 1964, às 9:15, na cidade do Rio de Janeiro. Portanto, eu tenho o Sol em Áries, Ascendente em Gêmeos e Lua em Peixes. Sendo assim, acho que não "senti" errado no conjunto geral dos mapas natais. :)
Vou responder para o seu e-mail.
Mais uma vez, obrigada pela sua atenção.
Beijinhos na alma. ;)

Curadora64 disse...

Obrigada, já respondi... :) <3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

copyscape

Protected by Copyscape

Adam Kadmon

Meridianos MTC

Kundalini

Toroide - Energia Livre

Formas de Pensamento

A Grande Invocação

Meditação pela Paz

Meditação fora do espaço e tempo (a qualquer hora e em qualquer lugar, sem inscrições nem regras)Apelo ao envio de Luz...

Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 11 de Julho de 2015

Aura - o que é?

Controlo da Mente

Vida ET


"Se não existe vida fora da Terra, então o universo é um grande desperdício de espaço."- Carl Sagan
Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 29 de agosto de 2015

Chakras

Deva Premal - playlist