Colecção de artigos sobre auras

Publicação em destaque

Transformando emoções em sentimentos

sábado, 11 de junho de 2016

Desvios do Caminho



Existem muitos desvios do Caminho do Meio. Este Caminho deve ser equilibrado e, de preferência, ser feito em mente sã em corpo são. O ideal Helénico é sempre actual porque repousa nas instruções da raça Pleiadiana que nos criou.

Alguns desvios são sobejamente conhecidos, tais como as drogas, álcool e outras dependências ou vícios.

Quando se tem um vício enraizado ou cultivado, a capa ou véu de ilusão é mais grossa do que habitualmente.

Desde que nascemos, todos nós vamos engrossando o nosso véu particular, ao redor da nossa aura, com auxílio da educação, vivências e traumas.

Geralmente nascemos limpinhos e com as lembranças intactas do lugar superior de onde viemos. São raras as excepções em que já nascemos com marcas e capas que nos nublam a aura.

Ao longo da vida, por situações criadas por nós e outros, os véus descem; outras vezes os véus sobem ou dissipam-se e mostram o nosso esplendor áurico.

Cabe a nós as escolhas, mas essas escolhas são fundamentais e decisivas para o Caminho que nos leva a descobrir a nossa Essência Verdadeira e Impoluta.

Em geral, aquilo que os Espíritas chamam de obsessores é apenas isso: energias densas em torno da aura atraídas para esta, ao ressoarem com a energia emitida pelo corpo devido ao uso que a pessoa faz dele.

Todos nós temos um triângulo que engloba os 3 chakras superiores do nosso corpo: laríngeo, frontal e coronário e outro que engloba os 3 chakras inferiores: plexo-solar, esplénico e raiz.

Escrevi sobre isto extensivamente em :


Quando as pessoas não conseguem dissipar os véus ficam enleados numa ilusão designada de Maya, daí o termo “véu de Maya”, no qual se enredam em malhas de ignorância, apego e ódio a si mesmo e aos outros.

Essa ilusão impede que o coração se abra - e o chakra cardíaco se expanda - não se podendo iniciar a construção da Merkabah, tal como descrevo na hiperligação citada anteriormente.

Tudo isto fica em compasso de espera, até um dia o coração ser tocado pelo amor e, assim, devido a uma transformação interior nessa criatura, ela desabrochar como uma flor de lótus.

Até lá, será visitada e atrairá pensamentos forma, oriundos do baixo astral, com energia suficiente para lhe parecerem entidades reais que, contendo certas informações podem induzir muita gente em erro – não só o próprio mas outros que sejam iludidos, da mesma forma que as aves o são com objectos brilhantes.

Tudo isto faz parte do Caminho, em algumas pessoas, e, quando é assim, a ignorância predomina e o ódio impera, pois onde existe apego e vício assim será a lei do sofrimento e a roda da reencarnação.

                                          ***

Essas oito práticas foram descritas pelo Buddha, são conhecidas pelo Caminho do Meio:

"Esta é a nobre verdade do caminho que conduz à cessação do sofrimento - é este Nobre Caminho Óctuplo: entendimento correto, pensamento correto, linguagem correta, acção correta, modo de vida correto, esforço correto, atenção plena correta, concentração correta."


Paz e Amor
Curadora64

Copyright © Curadora64  All Rights Reserved. You may copy and redistribute this material so long as you do not alter it in any way, the content remains complete, and you include this copyright notice link:
http://auras-colours-numbers.blogspot.com/

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

copyscape

Protected by Copyscape

Meridianos MTC

Kundalini

Toroide - Energia Livre

Formas de Pensamento

A Grande Invocação

Meditação pela Paz

Meditação fora do espaço e tempo (a qualquer hora e em qualquer lugar, sem inscrições nem regras)Apelo ao envio de Luz...

Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 11 de Julho de 2015

Aura - o que é?

Controlo da Mente

Vida ET


"Se não existe vida fora da Terra, então o universo é um grande desperdício de espaço."- Carl Sagan
Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 29 de agosto de 2015

Chakras

Deva Premal - playlist