Colecções Auras G+

Colecções Auras G+
Curadora Sessenta e Quatro

Publicação em destaque

Algumas considerações sobre a visualização espontânea de auras

sábado, 26 de dezembro de 2015

As Leis Universais

 
 
Eu sou o espelho da mente de Deus, da consciência Universal da Unidade. Eu e Pai somos Um.
A vontade de Deus é a vida do Universo que vive dentro de mim.
Estou em perfeita harmonia com as leis que regem o universo. Os átomos do meu corpo estão em perfeita harmonia com a vida e com o Criador.
O mago, o Iniciado, o estudante conhece as leis universais e respeita e vive dentro da lei para o Bem de todos.
 
Dharmadhannya
 

“As Leis Universais”
Apresento a seguir uma citação do senhor Sananda, extraída do livro Oneness Remembered (Unidade Relembrada):
 

Dizem que existem 33 (numerologicamente, 33 é o número do universo) leis que governam as criações universais. Algumas delas são:
 

1.           A Lei da Unidade: tudo está interconectado e provém da mesma Fonte. Também conhecida como Lei da Energia. Trecho de Vision of Ramala (Visão de Ramala): - "Sábia é a alma que reconhece que toda a humanidade é de fato parte de um todo, que todo ser humano pode ser considerado uma célula individual do cérebro cósmico de seu
Criador. Na verdade, não existe separação quando a humanidade opta por vivê-la.
 

Portanto, uma das grandes lições da vida física é elevar-se acima dessa separação aparente, ver que é "aparente" e entender que você é realmente um com seu Criador, não apenas em seu ser físico, mas também em seu ser espiritual.
 

Não há separação nesse mundo físico entre você e seu Deus. Esse mundo é o seu Deus. Seu Deus é esse mundo. Você está vivendo nele e é uma parte real de seu Deus, assim como um aspecto de seu Deus está vivendo em você e é uma parte real de seu ser. Portanto, o maior deve ser encontrado no menor, que está contido no maior.
 

2.           A Lei da Realização: as citações e referências que se seguem são do livro Ye Are Gods (Vocês São Deuses), de Annalee Skarin:
 

 "Há uma lei irrevogavelmente decretada no Céu, antes de serem lançados os alicerces da Terra, da qual todas as bênçãos dependem; e, se obtivermos alguma bênção de Deus, é em obediência a essa lei”.
 

Essa lei também é conhecida como a Lei da Produção, ou a Leia da Criação. Aquilo que você semear, vai colher. Plante a semente e faça a colheita. Todo pensamento tem a capacidade de criar realidade e, tal como você julga, será julgado.
 

Essa Lei da Realização diz respeito ao poder dos pensamentos e das palavras, onde os pensamentos são sementes e, quando combinados à emoção, produzem uma vibração viva que cria de acordo com sua natureza. O desejo é o calor que gera a semente e lhe dá poder de se manifestar - o poder da criação.
 
 
A lei é verdadeira e eterna, seja o que for que desejemos, se plantarmos as sementes (pensamentos) e eliminarmos as ervas daninhas (a dúvida e o medo), elas germinarão.
 

Quando preparamos a mente, sem medos e sem preocupações com coisas maiores, coisas maiores nos serão dadas. O poder de governar nosso meio ambiente e de construir com perfeição está em nossas mãos. É o poder do pensamento, que é o poder da Divindade.
 

3.           A Lei de Causa e Efeito: também conhecida como karma, essa lei garante um reequilíbrio de energia no reservatório de energia cósmica, onde para toda ação deve haver uma reação igual e oposta.
 

         Essa lei se aplica às ações de todos os seres. O karma tem sido visto frequentemente como um julgamento: que tudo aquilo que você faz vai voltar, como se você fosse castigado.
 

 No entanto, está relacionado apenas com a troca de energia: seja qual for a energia liberada (emitida) por um ser, vai atrair partículas semelhantes e devolver.
 

A energia expande-se e contrai- se e, por isso, quando é emitida energia de natureza negativa, ela vai se contrair até a fonte de transmissão em resposta à sua expansão original, e trazer negatividade consigo. O mesmo se aplica à energia positiva.
 

4.           A Lei de Mudança e Transmutação: toda condição pode ser transmutada e tudo está sempre mudando. A única coisa consistente no universo é a indestrutibilidade da energia e de sua forma cambiante.
 

Essa também é conhecida como a Lei da Alquimia - toda condição da vida pode ser transmutada em glória e tornada divinamente bela, seja qual for.
 Se a aceitarmos, abençoarmos, agradecermos a Deus por ela ou ser "grato por todas as coisas", podemos transmutar até as experiências e situações de vida mais amargas e dolorosas em amor espiritual por meio dessa lei perfeitíssima e rigorosa. Podemos também obter o poder de transmutar nossos desejos e sonhos espirituais em manifestação material tangível.
 

Essa lei nunca falha e inclui a lei espiritual de mudança e transmutação, bem como leis e elementos materiais. Essa alquimia é o poder de Deus em ação, é eterna e imutável, e traz resultados precisos.
 

Annalee Skarin diz o seguinte: "A Lei da Química Espiritual é a lei que transmuta todas as situações, todas as vibrações, toda treva em beleza, música e luz. É necessário aprender a falar a língua dos anjos, ou falar por meio de 'novas línguas'.
 

 E necessário aprender a falar com a alma e nunca com os lábios, e nem mesmo com a mente. Quem fala com os lábios, tagarela. Quem fala com a mente vazia acrescenta confusão à discórdia.
 

 Quem fala com a mente cheia alimenta a inteligência dos homens. Quem fala com o coração ganha a confiança da humanidade. Mas quem fala com a alma cura as dores do mundo e alimenta as almas famintas e sedentas dos homens.
 

 Enxuga as lágrimas de angústia e sofrimento. Traz a luz, porque a leva consigo. A língua da alma é 'sagrada' e a mais bela de todas...
 

Só pode trazer uma bênção de glória, pois é a língua das esferas eternas e a língua dos deuses. E a dádiva do Espírito conhecida como as 'novas línguas'... O poder de transmutação é o poder de entrar em contato com o centro da alma por meio do coração. Só esse método tem o poder de trazer plenitude e perfeição."
 

5.           A Lei do Equilíbrio: a integração das polaridades. O termo "polaridade" significa forças opostas sem competição entre si. As forças movem-se coletivamente em direção a um objetivo harmonizado, resultando em crescimento.
 

 Dualidade significa forças de energias opostas que se apoderaram de uma personalidade e, por isso, tomaram-se competitivas, jogando uma contra a outra por meio de juízos de valor e competição, criando desse modo o ego como parte da personalidade encarnada.
 

 Vivemos num plano de dualidade e precisamos exercer a Lei do Equilíbrio para criar uma polaridade das energias de homem/mulher e positivo/negativo para obter harmonia e integração. A Lei do Equilíbrio, quando integrada em nosso ser, é um dos primeiros passos rumo à iluminação.
 

6.           A Lei da Manifestação: permite-nos manifestar nossos desejos e
necessidades quando a intenção é para o bem supremo não só nosso, mas também dos outros.
 

 Defina o que você quer, enuncie seus desejos claramente, deixe que se vão e pressuponha que serão satisfeitos. Não duvide! Nossa capacidade de manifestar nossos desejos na realidade física é garantida quando estamos em alinhamento sincrônico com a Vontade Divina e não temos modelos de sabotagem interna funcionando na memória celular
 

7.           A Lei da Sincronicidade: estar no lugar certo na hora certa. A sintonia perfeita e o alinhamento perfeito, onde tudo flui mágica e harmoniosamente. Essa lei também é conhecida como a Lei da Graça, segundo a qual, quando os seres estão perfeitamente alinhados, fluem com a perfeição divina de Deus quando Deus se manifesta em sua vida.
 

8.           A Lei do Discernimento: também conhecida como a Lei da Diferenciação, essa lei está relacionada com o fato de estarmos em perfeita sintonia com o próximo passo de nossa evolução pessoal.
 

9.        A Lei do Perdão: refere-se ao pagamento de dívidas kármicas, o
reequilíbrio da energia por parte daqueles que criaram um desequilíbrio de energia. Esse processo traz consigo o perdão a si e aos outros, pois não há cura sem perdão.
 

10.        A Lei da Ressonância: energias semelhantes atraem partículas em função de seus campos eletromagnéticos; portanto, seja o que for que você expressa em pensamento, palavra ou ato, amplifica-se e volta para você.
 

11.        A Lei da Perfeição: tudo é perfeito em seu estado divino.
 

12.        A Lei Criativa da Afirmação Divina: o poder do pensamento e das palavras que afirmam que você é aquilo que acredita que você e sua realidade são. O que você pensa é o que você é.
 

13.        A Lei da Compensação: a ordem segundo a qual as pessoas recebem uma remuneração justa. Essa lei é universal e não está sujeita a demandas pessoais. Está relacionada com a Lei de Causa e Efeito e com a Lei da Criatividade e é exercida em relação direta ao leque de opções de atividades de um indivíduo.
 

14.        A Lei da Assimilação: permite que nenhuma partícula seja construída em nosso corpo que nós, enquanto espíritos, não superemos e não subjuguemos a nós mesmos.
 

15.        A Lei da Adaptação: a lei de se soltar e fluir facilmente com a única coisa constante no universo - a natureza cambiante da energia à medida que se expressa em muitas formas diversas.
 

 Devemos ser flexíveis, pois a mudança traz crescimento. Abrir-nos e permitir que a mais pura energia flua sem obstáculos por nosso ser traz grande felicidade e equilíbrio, pois nos sintonizamos com grandes poderes. Sintonizar nossos campos de energia para aceitar somente as energias mais puras maximiza essa experiência.
 

16.        A Lei da Causa: funciona em harmonia com as estrelas, de modo que um ser nasce no momento em que as posições dos corpos celestes no sistema solar proporcionarão as condições necessárias para experienciar seu progresso na escola da vida. Isso abarca a ciência da astrologia, que explica nossa vida de acordo com a escolha do signo e do momento do nascimento.
 

17.        A Lei da Evolução e Renascimento: um lento processo de desenvolvimento vivido com uma persistência inabalável através de encarnações repetidas em formas de eficiência crescente através das quais todos chegam, no devido tempo, a um ponto culminante de esplendor espiritual ao reconhecer a Fonte e a verdadeira identidade. Também conhecida como a Lei da Periodicidade.
 

18.        A Lei da Analogia: "Conhece-te a ti mesmo." Permite que um ser chegue a compreender a Força Divina dentro de si e dentro do universo ao compreender todos os aspectos de seu próprio ser.
 

19.        A Lei da Dualidade: quando um ser está conscientemente conectado à Fonte, ou "iluminado", está acima dessa lei e não é afetado por ela. Até esse momento, essa lei influencia a polaridade da energia.
 

20.        A Lei da Mente: enquanto o Espírito é a Realidade Absoluta, a mente é o meio através do qual o Espírito trabalha. A criação adquire forma física nesse plano. A Lei da Mente afirma que aquilo em que você acredita se tornará realidade.
 

 Significa que, nesse plano, a crença do homem influencia e cria sua realidade. "A Lei da Mente é a síntese da crença humana. " Ann e Peter Meyer discutem essa lei em detalhe em seu livro Being a Christ (Ser um Cristo);
 

21.        A Lei do Respeito: essa lei considera o direito de todo indivíduo buscar a verdade universal e Sabedoria Divina de uma forma que traga felicidade a seu coração, desde que também considere com reverência todas as formas de vida.
 

22.        A Lei Universal: a Lei Universal é aquele conhecimento, a consciência, de que todos os seres vivos, tudo o que a vida tem dentro de si, contêm a vitalidade e a força para obter para si todas as coisas necessárias a seu crescimento e fruição.
 

23.        A Lei do Amor: coloca o bem-estar, o interesse e o sentimento pelos outros acima do seu. A Lei do Amor tem grande afinidade com todas as forças que a humanidade associa com o positivo.
 

24.        A Lei da Misericórida: essa lei nos permite perdoar todos os erros, não apenas perdoar os que erram contra você, como receber o perdão daqueles contra os quais você errou. Isso é ser misericordioso. Ser misericordioso tem afinidade com a Lei do Amor e quando se obedece a Lei da Misericórdia, não há como haver erros no mundo.
 

25.        A Lei da Gratidão: é governanda pela Lei da Ressonância. Essa lei afirma que quanto mais expressamos nossa gratidão pelas coisas que desfrutamos na vida, tanto mais atrairemos para nós coisas pelas quais agradecer.
 

26.        A Lei da Paciência: afirma que todas as coisas têm o seu tempo e a sua estação. Como tudo o que se desenvolve na Matriz Divina se desenvolve no Tempo Divino, a paciência torna-se uma virtude por meio da qual entendemos que o foco alinhado acabará fazendo com que todos os pensamentos, palavras e ações se realizem no seu devido tempo.
 No jogo da Vontade Divina, as pessoas tomam consciência de que, aquilo que não se realiza de imediato simplesmente não está destinado a se realizar naquele ponto do tempo.
 

27.        A Lei do Exemplo: a Lei do Exemplo afirma que a mais poderosa força de mudança vem do indivíduo que "faz o que diz". Segundo essa lei, toda pessoa, conceito ou coisa pode servir de exemplo para os outros seguirem.
 

 Aqueles que serviram de exemplo de amor, de servir e de partilhar suas melhores coisas, ajudaram a criar liberdade, alegria, beleza e paz nesse plano. Os indivíduos que desejam um mundo melhor são encorajados a viver sua verdade em todos os momentos de todos os dias de uma maneira que respeite todas as formas de vida.
 

28.        A Lei da Tolerância: está associada à Lei do Respeito. E uma lei que nos inspira a reconhecer o divino em tudo. Esse reconhecimento nos leva além do julgamento e da separação que derivam de raça, religião, cultura, credo, idade ou sexo.
 

As LEIS UNIVERSAIS
A energia espiritual da alma de cada unidade viva da criação ouve os sons do fluxo universal de informações que se origina nas energias da Fonte de Deus, o Criador. Essa sintonia harmônica faz surgir, dentro da corrente vital dos homens da Terra, a compreensão dos princípios conhecidos como lei cósmica universal.
 

 Esses preceitos foram dados ao homem e também criados por ele, pois ele teve sua experiência de vida na Terra, conhecida como ambiente material.
 

Hoje, em nossa época, o acúmulo da lei cósmica ressoa no Pai Santo e em sua Doação de Amor e vida a cada unidade. E então, a sintonia com o Eu, em conexão com a Vontade da Energia da Fonte, conhecida como Amor por seu próprio SER, cria um curso de conhecimento que é possível seguir para criar na Vida a expressão do Equilíbrio, da Harmonia, da Paz, do Amor e da Existência Eterna. A harmonia desse alinhamento criou os preceitos conhecidos como lei cósmica.
 

Cada Unidade tem livre-arbítrio para alinhar-se ou não com essas leis. Seu conhecimento das leis cósmicas está codificado nos pacotes de sementes de energia cristalina dentro da entidade da alma que compreende a totalidade de seu ser!
 

Essas leis naturais são comparáveis a nossas leis científicas terrestres e definem a relação entre todas as coisas criadas, tanto no plano físico quanto nos planos acima e abaixo do físico. Controlam e mantêm em perfeito equilíbrio toda manifestação divina do espírito infinito, todo grau de consciência espiritual, toda molécula de matéria.
 

Controlam a vida não de todo e qualquer ser humano, mas de seu criador, o Senhor ou Logos Solar dentro do qual você vive, se move e tem seu ser, e também do grande Deus interior dentro do qual seu Criador vive, move-se e tem seu ser. Todos os níveis e graus de consciência são abarcados por essas grandes leis naturais.
 

As leis naturais estão acima dos Senhores Solares e de todos os Deuses. Governam a existência e a criatividade, não só de muitos milhares de Senhores Solares ou Deuses que existem em seu universo visível, como também daqueles que vivem cm outros planos da criação.
 

É uma pessoa sábia aquela que reconhece que a ciência e a religião estão ambas procurando a mesma coisa, seja ela chamada de Verdade, de Conhecimento do universo ou de Deus. As leis naturais do universo são as mesmas leis da ciência, só que expressas num nível superior, mais holístico".
 

Pressupondo a existência de um Poder Supremo, ou de um Ser Supremo que criou e controla esse universo complexo, a seguinte citação de Vision of Ramala (Visão de Ramala) tem grande interesse:

"Esse Ser Supremo manifesta-se e mantém a ordem e o equilíbrio de sua criação por meio do que, às vezes, é conhecido como as grandes leis naturais do cosmo".
 

 
 
por Dharmadhannya
Psicoterapeuta Transpessoal
Este texto está livre para divulgação
desde que seja citada a fonte:

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

copyscape

Protected by Copyscape

Adam Kadmon

Meridianos MTC

Kundalini

viagem astral

Toroide - Energia Livre

Formas de Pensamento

A Grande Invocação

Meditação pela Paz

Meditação fora do espaço e tempo (a qualquer hora e em qualquer lugar, sem inscrições nem regras)Apelo ao envio de Luz...

Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 11 de Julho de 2015

Aura - o que é?

Controlo da Mente

Vida ET


"Se não existe vida fora da Terra, então o universo é um grande desperdício de espaço."- Carl Sagan
Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 29 de agosto de 2015

Chakras

Deva Premal - playlist