Publicação em destaque

Algumas considerações sobre a visualização espontânea de auras

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Telepatia e a Pineal - Sexto Chakra

 

 
 


"A glândula pineal é o órgão de transmissão do pensamento, tal como o olho é o órgão da visão. A glândula pineal, na maior parte das pessoas, é rudimentar, mas está evoluindo e não retrograda, e é possível apressar a sua evolução de forma que ela possa exercer sua função própria, a função que, no futuro, ela dará a todos." 1
 

 Se alguém pensa detidamente numa só ideia, com atenção concentrada e contínua, irá se tornar consciente de um ligeiro tremor, ou sensação de formigamento na glândula pineal. O tremor é produzido no éter que satura a glândula e gera leve corrente magnética que ocasiona a sensação de tremor nas moléculas densas da glândula.
 

 Se o pensamento for bastante forte para causar a corrente, então o pensador sabe que teve sucesso ao levar seu pensamento a uma agudeza e a uma força que o tornam capaz de ser transmitido.
 

A vibração do éter na glândula pineal produz ondas no éter circundante, como ondas de luz, apenas menores e mais rápidas. Essas vibrações se difundem em todas as direções, movimentando o éter, e essas ondas etéricas, por sua vez, produzem vibrações no éter da glândula pineal de outro cérebro, e dali são transmitidas para os corpos astral e mental, em sucessão regular, chegando dessa forma à consciência.
 

“Se a segunda glândula pineal não pode reproduzir as ondulações, então o pensamento passará despercebido, sem fizer impressão, tal como as ondas de luz não impressionam os olhos de um cego.” 2
 
 
“O corpo etérico planetário é o meio através do qual as correntes de pensamento ou as impressões (não importa de qual  fonte procedam) devem passar, a fim de produzir um impacto no cérebro humano.” 3
 
 
 Podemos agrupar em cinco tipos  mais comuns as ondas de pensamento:
 

1. As ondas geradas pela mente inferior ou concreta este aspecto da mente tem uma relação com o hemisfério esquerdo do cérebro. Estas ondas mentais têm pouca capacidade visto que sua onda é muito larga e sua frequência é muito baixa, mas quando são revestidas das emoções ficam mais fortes e se transformam em formas de pensamento.
 

2. A mente superior, ou abstrata relacionada com o hemisfério cerebral direito, gera ondas de maior capacidade porquanto suas ondas são curtas e suas frequências são mais altas. São muito penetrantes e abrangentes quando estão revestidas de sentimentos.
 

3. O corpo causal composto pela mente superior e pelo corpo búdico inferior, que é parte da alma, produz ondas muito curtas e de frequências muito altas, pois estão revestidas com a espiritualidade e a capacidade búdica da alma.
 

Estes tipos de ondas mentais estão nas mesmas frequências vibratórias daquelas que, normalmente, os Mestres da Luz utilizam para se comunicarem com seus discípulos e que estes utilizam para contatá-los.
 

4. As ondas geradas pelo corpo astral e transmitidas através do cérebro etérico se assim podemos chamar, uma vez que apesar de ser físico é mais sutil que o físico denso. Geralmente a comunicação se faz através do corpo astral de uma para outra pessoa, ou seja, entre corpos astrais.
 

Por exemplo: se uma pessoa está muito triste, ou muito contente, pode contagiar outras pessoas que estejam ao seu redor, levando-as a também ficarem em um estado semelhante.
 

5. Aquelas geradas pelo cérebro físico transmitidas através da mente inferior ou do corpo astral estas são muito fracas, mas possuem força suficiente para atrair outras de conteúdo vibratório e de cor semelhantes, podendo se tornar fortes gradualmente, a ponto de exercer em influência sobre outras pessoas. 
 

Quando os pensamentos são gerados pelos tipos 2 e 3, isto é, pelos níveis superiores, eles possuem um campo muito mais limpo e mais vasto para agir, a qualidade é maior e a quantidade menor.
 

Já as ondas mentais dos tipos 1, 4 e 5, quer dizer, pelos aspectos inferiores da mente, do corpo astral e do cérebro, os pensamentos são em maior quantidade e geralmente de pouca qualidade, o que gera obstáculos para a irradiação destas ondas de pensamento.
 

A ciência esotérica preceitua:
 
“Uma onda de pensamento não imprime uma idéia definida, antes tende a produzir um pensamento do mesmo tipo, como seu próprio. Assim, por exemplo, se o pensamento é de devoção, suas vibrações excitarão a devoção, mas o objeto do culto pode ser diferente no caso de cada pessoa sobre cujo corpo mental a onda de pensamento se imprime.
 

Dessa forma, uma onda de pensamento, ou vibração, determina o caráter do pensamento, não o assunto. Se um hindu está absorto em sua devoção a Krishna, as ondas de pensamento emitidas por ele estimularão a devoção em todos que venham a ficar sob sua influência, embora no caso de um muçulmano essa devoção vá para Alá, enquanto o do cristão se voltará para Jesus.”1
 

Não será exagero dizer que quem mantém pensamentos maus ou impuros espalha contágio moral entre seus semelhantes. Tendo em mente que é considerável o número de pessoas que têm dentro de si germes latentes do mal - que jamais frutificariam se não houvesse alguma força que os pusesse em atividade -, a onda de pensamento enviada por um pensamento impuro ou irreligioso [ou materialista] pode ser o próprio fator que acorde um germe para a atividade e o faça crescer.
 

 Eis que tal pensamento pode levar uma alma a se desencaminhar. Da mesma forma pode afetar muitos outros, e o mal se espalhará e se ramificará em incontáveis direções. Muito mal é constantemente feito dessa maneira e, embora possa ser feito inconscientemente, aquele que dá origem ao mal tem a responsabilidade kármica pelo que fez.
 

 E igualmente verdade, como é natural, que o pensamento benéfico afete os outros para o bem, da mesma maneira. Por isso, o homem que compreende isso pode trabalhar para ser um verdadeiro Sol, irradiando constantemente sobre todos os seus amigos e vizinhos pensamentos de amor, calma, paz, etc. Muito poucos compreendem como é grande a força do bem que podem assim dirigir, se quiserem, através do poder do pensamento.
 

O homem, que dia-a-dia pensa com precisão e cuidado, não só estará melhorando seus próprios poderes de pensamento, como ainda estará enviando úteis ondas de pensamento para o mundo que o cerca;
 

ao mesmo tempo, estará desenvolvendo e apurando a própria matéria mental, pois a quantidade de consciência que pode ser trazida ao cérebro é determinada, obviamente, pelo grau a que os átomos da matéria podem responder, isto é, pelo número de espiras nos átomos que estão vivificados e ativos.
 

 Normalmente, no átomo físico comum, e no presente estágio de evolução, há quatro dessas sete espiras ativas. O homem capaz de formas mais elevadas de pensamento está ajudando a desenvolver mais espiras, e, como esses átomos estão continuamente passando de dentro para fora de seus corpos, ficam disponíveis para absorção e uso por qualquer outra pessoa que seja capaz de usá-los.
 

 Pensamentos elevados ajudam, assim, a consciência do mundo, melhorando os próprios materiais do pensamento.
 

Há, assim, muitas variedades de matéria mental, e sabe-se que cada variedade tem seu próprio e especial ritmo de vibração, ao qual está mais habituada a responder facilmente. Um pensamento complexo pode, naturalmente, afetar muitas variedades de matéria mental, simultaneamente.”3
 

Todo ser humano quando pensa emite diversos tipos de ondas mentais, também conhecidas por ondas de pensamento, que criam formas de pensamento positivas ou negativas, consoante as energias que as originaram.
 

Há uma diferença entre onda de pensamento e forma de pensamento. A onda de pensamento não produz uma idéia definida e completa, é gerada pelo estímulo do pensamento e das emoções, unindo-se às ondas de pensamento semelhantes, produzindo as formas de pensamento que propagam ideias definidas, compostas de pensamentos e/ou emoções, originárias de mentes que emitem ondas semelhantes porque vibram dentro das mesmas tônicas e frequências.
 

A forma de pensamento é resultado da ação do conjunto cérebro-mente-emoções que concentra e impulsiona as ondas. E uma ideia completa e definida que quanto mais forte, mais nitidamente possui um contorno, pela transferência da natureza exata do pensamento para aquela forma específica.
 

Porém, depois de nitidamente formada, atrai outras formas de pensamento semelhantes e também por elas é atraída em razão das vibrações, das frequências, das ondas, das cores e dos sons que emitem.
 

Embora esses sons ainda não sejam captados pelos ouvidos humanos, ou pelos sentidos físicos, tudo isto é impulsionado pelos pensamentos e pela forma de pensamento original, assimilando e atraindo pensamentos e formas de pensamento semelhantes.
 

Assim, uma onda de pensamento é eminentemente adaptável. Uma onda de devoção, por exemplo, tende a despertar devoção naquele que a recebe, mesmo que o objeto da devoção seja bastante  diferente para quem a envia e para aquele que a recebe. Uma forma de pensamento, entretanto, originaria uma imagem nítida do ser pelo qual a devoção foi originalmente sentida.
 

“Quando o homem usa seu corpo mental, isto é, quando pensa, imprime uma vibração no corpo mental, e essa vibração produz dois resultados distintos, O primeiro é a irradiação de vibrações ou ondas.
 
O segundo resultado é a produção de formas de pensamento.
 

Uma vibração no corpo mental, como todas as outras vibrações, tende a se comunicar com a matéria circundante que seja capaz de recebê-la, precisamente como a vibração de um sino se comunica com o ar circundante.
 

 Por isso, visto como a atmosfera está cheia de matéria mental, que responde muito facilmente a tais impulsos, produz-se uma espécie de ondulação, uma espécie de concha vibratória, formada na matéria do plano (mental), que se espalha através do ambiente circundante; da mesma forma como a queda de uma pedra sobre um lago produz ondulações que se irradiam do centro do impacto sobre a superfície da água, em todas as direções.
 

No caso do impulso mental, a irradiação não se faz somente no plano (mental), mas em muitas dimensões, mais parecidas com as irradiações vindas do Sol ou de uma lâmpada.
 

Os raios emitidos cruzam-se em todas as direções, sem interferirem uns com os outros, em grau mínimo que seja, tal como o fazem os raios de luz no plano físico.”1
 

A propagação das ondas de pensamento produz no mundo mental uma irradiação vibratória multicolorida que está de acordo com os tipos, níveis e intenções de suas fontes emissoras.
 

As ondas de pensamento não se irradiam apenas no plano mental, mas também pelo plano astral e pelos níveis etéricos. Quando as formas de pensamento possuem um conteúdo fortemente emocional, elas se fixam no plano astral, influenciando com muito mais força as pessoas sensíveis, as sensitivas e os médiuns.
 

E na medida em que outras mentes vão pensando as mesmas coisas, criam uma forma de pensamento muito mais forte, por isso temos no mundo astral inferior formas de pensamento muito antigas e ainda muito poderosas. Elas estão sendo diluídas através de um grande trabalho liderado pelo Senhor Cristo-Maitreya, iniciado em dezembro de 2002.
 

As ondas vibratórias mentais tendem a se reproduzir sempre que surge oportunidade para isto. A distância que uma onda de pensamento pode viajar está em relação à capacidade mental e espiritual de seu criador, depende também da força e da clareza  pensamento
 
Um pensamento forte vai além do alcance de um pensamento fraco e indeciso; a clareza e a precisão são fatores fundamentais para uma onda mental atingir seu objetivo.
 

1. Arthur E. PowelI, op.cit.
2. Bailey.A
3.Livro  - O Universo interno do Homem
 
 
Pesquisado por Dharmadhannya
 

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

copyscape

Protected by Copyscape

Meditação da floresta

DUAS TÉCNICAS DE MEDITAÇÕES PASSIVAS - OSHO

Qigong

Sobre o Amor

Adam Kadmon

Meridianos MTC

Kundalini

viagem astral

Toroide - Energia Livre

Formas de Pensamento

A Grande Invocação

Meditação pela Paz

Meditação fora do espaço e tempo (a qualquer hora e em qualquer lugar, sem inscrições nem regras)Apelo ao envio de Luz...

Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 11 de Julho de 2015

Aura - o que é?

Controlo da Mente

Vida ET


"Se não existe vida fora da Terra, então o universo é um grande desperdício de espaço."- Carl Sagan
Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 29 de agosto de 2015

Chakras

Deva Premal - playlist

Daiqing Tana - OM MANI PADME HUM