Colecções Auras G+

Colecções Auras G+
Curadora Sessenta e Quatro

Publicação em destaque

Algumas considerações sobre a visualização espontânea de auras

domingo, 19 de julho de 2015

Ascensão e o Corpo de Luz Arco-Íris



Estela de Tutmés IV, entre as patas da Esfinge de Gizé, mostra as duas esfinges. Uma virada para oriente (protegendo o reino dos Espiritos) e outra para ocidente (ainda não encontrada). No cimo vê-se o AKH ou corpo de Luz.


~o que eu vi à volta do meu corpo é consistente com a visão de Padmasambhava~
Em Maio deste ano (2015) resolvi fazer uma experiência. Ver a minha própria aura, em vez de ser com o auxílio do espelho como é costume, saindo do corpo e usando o corpo etérico. Tal como faço com pessoas que moram longe de mim e que nem conheço pessoalmente.
O que vi deixou-me perplexa porque nunca tinha ouvido falar, nem tinha visto antes, guardei para mim, apenas contando a alguém com mais experiência que poderia compreender, mas também não entendeu… J
No final do mês seguinte, em Junho, enviaram-me um filme de David Wilcock, que tenho estado a explorar desde então e que me deu acesso a outros filmes do mesmo autor.
Foi aí que descobri que ele falava no Rainbow Body (Corpo de Luz Arco-Íris) e o nome chamou-me logo à atenção.


Já anteriormente, em Dezembro do ano passado (2014), tinha visto em dois amigos terapeutas energéticos, uma manifestação arco-íris ao longo das suas colunas enquanto efetuavam o seu trabalho. Chamei-lhe Guerreiros do Arco-Íris e apercebi-me que estava perante uma nova manifestação áurica.
Enquanto escrevo este artigo corro os olhos pelos meus blogs favoritos e vejo muitas figuras parecidas e assuntos parecidos com este. Isto não é um fenómeno único e raro. Está a tornar-se uma epidemia. J
Tem a ver com a transição da Terra entre dimensões. A Terra, tal como nós, está a atravessar a 4ª dimensão e tem progressivamente subido desde os reinos de terror do astral inferior, para os mais altos da 4ª dimensão, que são indistinguíveis dos mundos de Luz e Amor da 5ª dimensão. Alguns de nós viajam a velocidades diferentes, é só isso. J
 


~transfiguração de Cristo_ Rússia_ secXVII, com Merkabah~
A formação do corpo de Luz
Os antigos Egípcios e os povos Africanos da antiga religião Vodu – a religião dos Orixás - acreditam que a alma Humana é composta em duas partes: o Ka e o Ba. Sendo Ba a personalidade e Ka a vitalidade. (Na verdade, os Egípcios acreditavam que era composta em cinco partes que mais tarde seriam reunidas na sexta: o Akh. Prometo voltar a este assunto noutro post.)
Sendo possível reunir ambas, por altura da morte do corpo físico, como se crê geralmente – discordo disto e já explico porquê - dando-se a composição do corpo de Luz ou o Mer Ka Ba (significando a palavra Mer, Luz).
 

~transfiguração de Cristo_ Rússia_ Novgorod_Kiev_ secXV~
A transfiguração de Cristo
É algo amplamente descrito na Bíblia e deu-se algum tempo antes da morte e Ressurreição de Jesus, o Cristo.
Durante a transfiguração Jesus fica radiante no alto do Monte Tabor. Lá, Mateus 17:2 afirma que Jesus "Foi transfigurado diante deles; o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes tornaram-se brancas como a luz." Neste momento, os profetas Elias e Moisés aparecem e Jesus começou a conversar com eles. Lucas 9:32 é mais específico e afirma que os apóstolos "viram a sua glória".
Interessante é a análise das representações artísticas desta transfiguração em que um dos artistas nos mostra inclusive uma Merkabah (veja a penúltima imagem).


As experiências de quase morte
Nas experiências de “quase morte”, quando a pessoa retorna ou ressuscita vem com esses dois corpos reunidos em UM. De certo modo, aprendeu a fazê-lo e poderá reproduzir o mesmo em circunstâncias especiais de Vida.
Em 2011, estive morta durante alguns instantes devido a uma síncope produzida por choque anafilático. Não me lembro de túneis de luz nem outras coisas típicas, só sei que acordei muito bem-disposta depois de um grande apagão. J
Sempre associei a esta experiência, ao começar posteriormente a fazer conscientemente viagens astrais e mais tarde etéricas, bem como a sensação profunda de que teria de divulgar certos assuntos esotéricos.
Nesse mesmo ano, associei-me a dois grupos diferentes relacionados com estes assuntos, mas ainda não era o que procurava, até que um dia acordei e soube que tinha de criar um blog em que ia contar a minha estória. Isto aconteceu em 2012, um ano depois e, comecei, desde então, a compreender muitas coisas. Na verdade, acho que comecei a ter acesso à informação universal (registos Akáshicos) e a aprender a aceder a esta.
Porque, por mim própria, eu não sei grande coisa, a não ser que já tenha passado por essa situação, mas se achar o assunto importante embora nunca tenha ouvido falar, a informação aparece-me das mais variadas maneiras. É a sincronicidade. Todos temos este poder.


~Kadag (pureza primordial representada pela letra “A”, em branco) e lhungrub (ação espontânea representada pelo circulo de arco-íris em fundo azul escuro) – em conjunto significam “Presença Espontânea” - Tögal (thod rgal), em Tibetano~
 
As convicções do Oriente – a criação do Rainbow Body (Corpo de Luz Arco-Íris) dos Tibetanos
 
 
    ~  Padmasambhava representado na gruta em que viveu~
Os tibetanos praticam a Rigpa ou seja a consciência pura, livre das percepções dualísticas da mente. Esta prática, o Dzogchen – “grande perfeição”, permite atingir um estado de Presença Espontânea repetido durante longos períodos de tempo.
Na verdade este é o estado último que se pretende com a meditação e outras práticas yogues. 
As quatro visões do thogal (Tögal - thod rgal, “a presença espontânea”) não são completas antes da morte, e durante esta, do ponto de vista de um observador externo, acontece o seguinte: o corpo não inicia a decomposição, apenas começa a encolher até desaparecer. Geralmente as unhas dos pés e das mãos e cabelos são deixados para trás (veja por exemplo, Togden Urgyen Tendzin, Ayu Khandro, Changchub Dorje e mais recentemente, em 1998, Khenpo Achö.) Ao atingir-se o Corpo de Luz Arco-Íris dá-se a aparição de luzes e arco-íris.


            ~Impressão da Mão de Padmasambhava~
Diz-se que Padmasambhava e Vimalamitra conseguiram formar este corpo de Luz e não morrer.
Diz-se, também, que mais um Lama Tibetano o conseguiu fazer em Novembro de 2014.
Também achei um paralelo entre as pedras derretidas de Padmasambhava e os casos de combustão espontânea em que o corpo arde e encolhe bastante (veja-se o caso de Mary Reeser na Florida em 1951 que tinha reputação de ser uma alma boa e era querida por todos). Peritos em fogo dizem ser necessário uma temperatura de 1650ºC para atingir tal resultado. Quanto às pedras eu sei que é necessário, pelo menos, 1450ºC que também é a temperatura para derreter areia e fazer vidro.
Em 2011, Chogyal Namkhai Norbu, um Tulku Tibetano (reencarnação reconhecida) que escreveu sobre a vida de Togden Urgyen Tendzin, percorreu o mundo inteiro fazendo conferências sobre o Corpo de Luz Arco-Íris e a forma de o atingir.
Talvez porque os sábios Tibetanos sabem que está próxima a Era em que todos nós o vamos desenvolver sem morrer.
Nestes últimos dias a minha aprendizagem para escrever este post foi intensa. Muito mais intensa do que é costume. Chegaram-me informações de todo o lado.
Uma delas foi que, abrindo o chakra cardíaco, coisa que está a acontecer profusamente a todos os habitantes deste planeta, com a passagem da Terra pela 4ª dimensão, iniciamos o desenvolvimento da nossa MerKaBah pessoal e esse é seguramente um dos fundamentos do estado de Corpo de Luz Arco-Íris. Vi isto claramente numa aura de uma pessoa que está com todos os sintomas de abrir o seu chakra cardíaco. E esta é a 1ª parte de três para atingir tal estado.
Namkhai Norbu escreveu um livro muito interessante: Dream Yoga and the Practice of Natural Light, que recomendo a leitura.
Deixo-vos com um filme da visão de Padma Sambava:

Paz e Amor
Curadora64
Copyright © Curadora64  All Rights Reserved. You may copy and redistribute this material so long as you do not alter it in any way, the content remains complete, and you include this copyright notice link:
http://auras-colours-numbers.blogspot.com/

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

copyscape

Protected by Copyscape

Qigong

Sobre o Amor

Adam Kadmon

Meridianos MTC

Kundalini

viagem astral

Toroide - Energia Livre

Formas de Pensamento

A Grande Invocação

Meditação pela Paz

Meditação fora do espaço e tempo (a qualquer hora e em qualquer lugar, sem inscrições nem regras)Apelo ao envio de Luz...

Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 11 de Julho de 2015

Aura - o que é?

Controlo da Mente

Vida ET


"Se não existe vida fora da Terra, então o universo é um grande desperdício de espaço."- Carl Sagan
Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 29 de agosto de 2015

Chakras

Deva Premal - playlist