Colecções Auras G+

Colecções Auras G+
Curadora Sessenta e Quatro

Publicação em destaque

Algumas considerações sobre a visualização espontânea de auras

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

A cabala (NWO) vs Sociedade do Dragão Branco

 
Benjamin Fulford
22 de setembro de 2014
Em Victoriakent  
Qualquer um que entenda de finanças e de geopolítica agora pode ver claramente que a cabala nazi / sionista enfrenta a certeza matemática da derrota. Também é muito claro que os Estados Unidos estão à beira da revolução. É por isso que os representantes da cabala (NWO) começaram a negociar uma rendição com a Sociedade do Dragão Branco e seus aliados.  
Os termos de entrega que oferece a SDB detalham-se abaixo, mas primeiro vamos rever a mais recentes indicações da derrota da cabala (NWO).  
Em primeiro lugar, continuam as mortes e os ataques contra importantes cabalistas. O nazi / sionista banqueiro Emilio Botín, presidente do Banco Santander, o segundo maior banco da zona Euro, morreu repentinamente a 9 ou 10 de Setembro (ver comentários sobre o MI5 no final do artigo).
Também o rei da Suécia, um dos últimos monarcas da cabala (NWO) que se agarra ao seu trono, quase morreu na semana passada num "acidente" de automóvel.  
Em seguida, o assassino da Skull and Bones ((Caveira e Ossos) e  secretário de Estado do governo dos EUA, John Kerry, foi ridicularizado na televisão ao vivo, sobre o ISIS, enquanto colocavam sinais insultuosos por detrás dele.  
 
Isto foi seguido pelo panfleto de propaganda da cabala "The New York Times" sacando uma história dizendo que ISIS era uma criação da CIA. Então, intrusos armados invadiram a Casa Branca duas vezes na semana passada. Nenhum destes acontecimentos poderiam ter ocorrido sem o apoio do Pentágono e das grandes agências dos serviços secretos.
 
Esta é provavelmente a razão pela qual os representantes da família Rothschild, os norte-coreanos, políticos japoneses e do complexo industrial militar dos Estados Unidos, todos se puseram em contacto com a SDB, na semana passada. Embora cada deles levantaram questões separadas, todos queriam saber que tipo de regime podiam esperar pós-cabala (NWO).
 
Os representantes dos Rothschild, os norte-coreanos e políticos japoneses ofereceram-se para ajudar na criação de um regime pós-Abe no Japão. Eles informaram que o Partido Revolucionário japonês, onde está afiliado este escritor, tem o seguinte programa:
Em primeiro lugar, nacionalizar o Banco do Japão e começar a emitir moeda do governo para substituir as notas de dívida do BOJ (Banco do Japão)  
Em segundo lugar, organizar um jubileu para cancelar todas as dívidas, públicas e privadas.  
Em terceiro lugar, redistribuir a riqueza, dando todas as pessoas que vivem em unidades de aluguer a titularidade dos referidos imóveis.
Os proprietários continuariam a receber o equivalente aos alugueres na forma de dinheiro do governo. Além disso, todos os bens japoneses fraudulentamente obtidos pelos cabalistas seriam nacionalizados e colocados num fundo que seria administrado em nome do povo japonês.
Em quarto lugar, o Japão deixaria de financiar instituições controladas pela cabala (NWO), como a ONU, o Banco Mundial e o FMI, até que estas sejam totalmente reformadas ou substituídas por instituições verdadeiramente representativas.  
Em quinto lugar, o Japão poderia continuar a financiar os militares e as agências dos Estados Unidos, mas apenas na condição de ajudar a falência e a reestruturação do governo dos Estados Unidos. Isso incluiria presidir uma transição do complexo industrial militar numa afirmação da vida da entidade benevolente.  
Em sexto lugar, se estabelecerá uma Comissão da Verdade para descobrir os crimes, incluindo o 3/11, conduzida contra o povo japonês pelo governo de ocupação norte-americana do pós-guerra.
O representante do complexo industrial militar também estava interessado no que o SDB tinha a dizer sobre a divulgação de contato extraterrestre. Eles foram informados de que a SDB estava de acordo de que havia provas arrasadoras de que algum tipo de civilização, com tecnologia superior, velava por este planeta. No entanto, dado que a actual forma de gerir o Ocidente é provocar assassínios em massa, é obvio que qualquer civilização superior pusesse este planeta de quarentena.
A SDB acredita o contacto aberto com a civilização de fora deste mundo começará quando a camarilha genocida for neutralizada. 
Eles também foram informados de que o que estava a acontecer neste planeta era muito parecido com um cálculo matemático gigante onde os elementos positivos e negativos se anulam mutuamente. Isto pode ser entendido literalmente ou como uma metáfora para a mudança do equilíbrio de poder no planeta.  
A partir desta perspectiva, o lado negativo assassinou centenas de milhões de pessoas durante o século XX através de guerras, doenças e fome. No entanto, no século XXI foram assassinados um número muito menor, de um ou dois milhões no Iraque. Além disso, as tentativas de matar 90% da população mundial através da fome e doenças pelo regime pós-fascista e nazi americano pós 9/11 falhou.  
Mais recentemente, o esforço para começar a Terceira Guerra Mundial na Ucrânia apenas resultou em alguns milhares de mortes. As armas e a campanha de medo do ébola continua a ser impulsionada por instituições da cabala (NWO), enquanto a ONU, a Organização Mundial de Saúde e o Banco Mundial está produzindo muitas centenas de mortes.  
Claramente, o lado positivo está a ganhar, mas ainda não chegou o momento final, quando se pressiona o botão da igualdade e comece uma campanha massiva para acabar com a pobreza, parar a destruição ambiental e iniciar uma era de prosperidade sem precedentes.
Isto depende da guerra financeira em curso. Nessa frente, o desaparecimento do petrodólar da cabala (NWO) é cada vez mais evidente. Em primeiro lugar, nenhum dos países produtores de petróleo no Médio Oriente apoia a estranha campanha de Obama sobre o ISIS.
Isto significa que os países produtores de petróleo do Médio Oriente já não apoiam o petrodólar do Federal Reserve da NWO, ou o regime Obama. Provavelmente por isto, a Fundação dos irmãos Rockefeller anunciou na semana passada que eles estavam fora do negócio de petróleo e a entrar nas energias renováveis.
 
Também pode ser a razão pela qual um banco francês publicou um relatório na semana passada dizendo que 100 biliões de dólares investidos em energias renováveis poderiam produzir quatro vezes mais energia do que a mesma quantidade de dinheiro investido em petróleo.
 
 
Parece que os ratos estão a fugir do navio petrodólar.
Também na semana passada, o governo francês se uniu aos alemães e aos britânicos na criação de um comércio baseado em yuan chineses nos seus próprios mercados financeiros.  
 
Por outro lado, a China estabeleceu um mercado de futuros de ouro baseados em Yuan, que estará aberto a estrangeiros e se limita a ouro físico. E já que a China representa um terço da demanda de ouro físico mundial e dois terços da Ásia, este mercado tem uma boa oportunidade de ganhar em preços de ouro para os mercados norte-americanos e de Londres. Mercados irmãos começam de imediato em Hong Kong e Singapura também. Esta decisão acontece porque a família Rothschild já deixou o negócio do ouro de negócios e o mercado do ouro de Londres, está sob investigação por fixação de preços.  
Mas os chineses não vão usar um Yuan lastreado em ouro para substituir o petrodólar. Em vez disso, vincularam a sua moeda a uma cesta de bens de consumo e a outras moedas nacionais, dizem funcionários do governo chinês.  
Embora muitos no Ocidente estejam ansiosos para uma grande mudança repentina, os chineses sabem que o tempo está do lado deles. Tudo o que têm a fazer é certificarem-se de que ninguém se deixe enganar para começar uma guerra que destrua o planeta e esperar que a sua força aumente enquanto o Ocidente se apague.
A menos que o Ocidente atue com decisão para reiniciar os seus sistemas económicos e políticos, continuará a assistir, impotente, como os BRICS inexoravelmente os deixam para trás.
No entanto, se o Ocidente se reabilita por ele mesmo, vai beneficiar de uma era de progresso exponencial que fará com que as revoluções agrícola e industrial pareçam as primeiras tentativas para ensinar os primeiros passos a uma criança. O que estamos à espera?  
Nota sobre o financeiro Emílio Botín do Banco Santander, feita por um agente do MI5:  
O falecimento de Emílio Botín, presidente do Banco Santander é interessante. As informações dizem que ele faleceu, quer no dia 9 como no dia 10 de Setembro, inesperadamente de um ataque cardíaco.
O seu perfil é o de um banqueiro de segunda geração nazi clássico, com conexões com o Vaticano, com líderes de extrema-direita do pós guerra e de rápido crescimento na América do Sul.  
O Santander é o décimo maior banco do mundo, o segunda maior da Europa e metade de seus "ganhos" provêm da América do Sul. Mas de alguma maneira, Botin sempre evitou ser o centro das atenções.  
O banco, originalmente, era uma operação regional pequena dos comerciantes em Santander, um porto na costa norte da região da Cantábria, Espanha. Expandiu-se rapidamente nos anos 1960 e 1970 na América do Sul, Argentina e particularmente no Brasil. De facto, o banco singrou muito bem sob os governos fascistas de Perón na Argentina e de Franco na Espanha, a partir da crise financeira de 1970, com um modelo de negócio de expansão através de aquisições depredadoras.  
Ele aproveitou ao máximo a sua adesão à UE, no processo. A família Botin tinha contas secretas na Suíça abertas em 1937 e descobertas pelas autoridades em 2010 A família também utilizou um conjunto de 200 milhões de Euros para apaziguar as autoridades fiscais espanholas.  
O Santander foi palco de muita atividade nazi durante e depois da Segunda Guerra Mundial, incluindo as viagens submarinas na costa entre Vigo e Santander para VIPs nazis, nas operações "linhas de ratos" para fugirem para a Argentina.  
Sabe-se que o chefe do MI16 da Segunda Guerra Mundial, Sir Stewart Menzies, é conhecido por se ter encontrado, durante a guerra, com o almirante Canaris, chefe da máfia nazi, em Santander, num hotel que posteriormente Botín comprou, o Hotel Real.
O Banco Santander financiou as crescentes operações Gladio (falsas bandeiras). A formação Gladio foi organizada pelo alto líder nazi Otto Skorzeny e pelo seu grupo Palladin, em Alicante, Espanha, a partir de 1970.
 
traduzido por Raposa
 
Copyright © Curadora64  All Rights Reserved. You may copy and redistribute this material so long as you do not alter it in any way, the content remains complete, and you include this copyright notice link:
http://auras-colours-numbers.blogspot.com/

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

copyscape

Protected by Copyscape

Adam Kadmon

Meridianos MTC

Kundalini

viagem astral

Toroide - Energia Livre

Formas de Pensamento

A Grande Invocação

Meditação pela Paz

Meditação fora do espaço e tempo (a qualquer hora e em qualquer lugar, sem inscrições nem regras)Apelo ao envio de Luz...

Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 11 de Julho de 2015

Aura - o que é?

Controlo da Mente

Vida ET


"Se não existe vida fora da Terra, então o universo é um grande desperdício de espaço."- Carl Sagan
Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 29 de agosto de 2015

Chakras

Deva Premal - playlist