Colecções Auras G+

Colecções Auras G+
Curadora Sessenta e Quatro

Publicação em destaque

Algumas considerações sobre a visualização espontânea de auras

segunda-feira, 12 de maio de 2014

A MUDANÇA – o cumprimento de uma lei Cósmica


 
Todos sabemos que o nosso planeta gira à volta do sol, à velocidade louca de 107.000 quilómetros por hora. Esta viagem demora um ano e os astrónomos dividiram este tempo em períodos de 12 meses, ou os 12 signos do zodíaco, pois cada mês reflecte as influências que recebe dos astros que lhe estão mais próximos.

De igual modo, todo o nosso sistema solar gira à volta de um sol central da nossa Galáxia, mas desta vez à velocidade incrível de 1 milhão de quilómetros por hora, demorando 24.000 anos a realizar este giro. Também aqui os astrónomos dividiram estes 24.000 anos em 12 períodos de 2.000 anos cada, com os nomes dos 12 signos do zodíaco. Cada período é influenciado pela proximidade com os astros da Galáxia.

E os humanos são bastante afectados por estas emanações astrológicas em forma de energias, porque tudo o que existe no Universo, são energias, em constante movimento.  

Estas energias, tal como a energia eléctrica das nossas casas, para se movimentar necessita de dois polos, o positivo e o negativo. 

A energia do nosso planeta neste momento está passar dum tempo negativo que teve a duração de 12.000 anos, para um tempo positivo de mais 12.000 anos, perfazendo assim os 24.000 anos à volta da Galáxia.

O tempo negativo começou com o simbolo zodiacal do Leão e acabou com o simbolo de Peixes. Crê-se que a pirâmide de Gizé, no Egipto, foi construída exactamente para simbolizar o começo deste período tão nefasto para a humanidade.
 
Esta passagem do negativo para o positivo, não é instantânea. Demora anos a atravessar um simples ponto. Podemos comparar esta demora, por exemplo, com o tempo que demora um eclipse da Lua. Apesar da enorme velocidade a que o nosso planeta se movimenta, estamos horas para vermos a lua a desaparecer em câmara lenta, e mais umas tantas horas a vê-la aparecer. 

Esta é uma realidade que os astrónomos conhecem, mas têm medo de falar nela porque uma mudança deste nível (negativo para positivo ou ao contrário), geralmente estava associada a grandes catástrofes. Era a época do degelo, das inundações bíblicas e foi a causa provável do desaparecimento da tão falada Atlântida, cuja existência ainda hoje divide os nossos homens da ciência.

Mas esta maneira de tentar desconhecer a realidade, apenas provoca a desconfiança e o medo, a que estivemos tão habituados durante o período negativo, mas que no período positivo não tem mais lugar, porque, e podemos citar novamente o exemplo da electricidade das nossas casas, nada que seja negativo consegue penetrar no positivo sem provocar um grande “curto circuito”.

Isto a nível da Terra teria consequências bastante catastróficas para a nossa Galáxia.

Portanto, ninguém pode alterar esta lei Cósmica, ou Divina, se preferirem.

Isto tem de acontecer. E podemos estar certos que estamos a ser observados para que nada se passe que possa alterar esta disposição. Os relatos de avistamentos de naves desconhecidas são cada vez mais numerosos, mas muito ocultados de todos nós, como já é habitual.

O tempo que demora até se concretizar a mudança total, desconheço. O tempo não existe fora do nosso espaço da terceira dimensão. Mas há quem afirme que tudo terá de estar concluído em 2017.

A mudança teria começado em 1987 e demoraria 30 anos a realizar-se.

Se for assim, não falta muito, mas nesta altura já estamos a sofrer a influência do positivo, portanto cada vez mais vamos começar a sentir os benefícios da mudança.

Para podermos entender o que se poderá estar a passar com este nosso planeta, temos de saber primeiro como se faz a movimentação dos astros neste Universo e depois, quem somos nós.

As duas explicações sobre o Universo e sobre quem somos, não é uma teoria pessoal, mas uma verdade já aprovada por cientistas e lideres religiosos.

O UNIVERSO
 
A ciência aprova a expansão natural do Universo, e ficamos assim a saber que além de tudo ter movimento, também tudo evolui em direção ao infinito para dar lugar a uma criação constante.
 
Esta evolução parte das energias mais densas, logo após a criação, para as mais subtis até atingirem um grau de pureza que está fora da nossa compreensão, tal como nos é incompreensível o infinito.

Esta evolução dá lugar às diversas dimensões, que uns cientistas dizem ser 22, outros 27 e outros ainda adiantam outros números. Mas creio que quando se fala em termos de infinito, os números pouco adiantam.

Cada dimensão tem a sua própria energia, portanto podemos dizer que as dimensões nada mais são que energias diferentes, mas que se interligam, que se juntam, como os diferentes líquidos que nós vertemos num mesmo copo.

QUEM SOMOS

E quem somos nós e para que viemos a este mundo?
 
Os cientistas já estão a chegar à conclusão que a fonte dos nossos pensamentos, a parte pensante de todos nós, está fora dos nossos corpos. Onde, não dizem, ou não sabem ainda.

Todas as religiões dizem que nós somos seres divinos. No entanto fazem-no tão veladamente e juntando tantas variantes que nós ficamos desde muito novos com a ideia que somos apenas humanos, sujeitos às “verdades” de cada religião, seres que pecaram e que merecem agora passarem por todos os castigos para merecerem o céu.
 
Mas não é assim. Nós fazemos parte da dimensão mais elevada.

Pertencemos à energia mais pura que se sobrepõe a todas as outras. A Energia Divina.

Podemos dizer que somos os trabalhadores de Deus, pois saímos Dele para cumprirmos voluntariamente os trabalhos que tinham de ser feitos para que o Universo evoluísse.

Uns ficaram nas dimensões mais elevadas e outros foram-se distribuindo por todas as outras dimensões até chegarem às mais densas.

E foi esta dimensão mais densa, a terceira dimensão, que nós escolhemos para aqui realizarmos o nosso trabalho.

E só por isso, podemos dizer que somos loucos por nos disponibilizarmos para um serviço tão ingrato e tão diferente dos outros que ficaram acima de nós e a quem hoje chamamos anjos, arcanjos, etc. Mas alguém tinha de fazer este trabalho e fomos nós que nos oferecemos para o fazer. E só por isso merecemos o respeito de todos os outros trabalhadores que trabalham outras dimensões, os anjos, arcanjos, etc.

Parece uma blasfémia o que estou a dizer, mas não é. Apenas desconhecemos tudo isto, porque o nosso cérebro é um computador que recebe as mensagens vindas da nossa fonte pensadora, bloqueia o que não podemos saber para melhor cumprirmos o nosso trabalho e descodifica as restantes transmitindo-as para o nosso corpo.

A MUDANÇA

O destino deste nosso planeta, que até hoje cumpriu a sua estada na terceira dimensão, uma das mais densas, é o de evoluir para a dimensão seguinte, como tem acontecido a todos os outros astros mais antigos que a Terra.
 
Esta evolução terá de ser acompanhada pela raça humana que desde o princípio trabalhou nesse sentido.

É muito importante esta subida, quer para quem está a trabalhar as dimensões inferiores como para quem está nas dimensões superiores, pois se ela não se fizer, todos serão afetados, retardando o desenvolvimento do Universo. E não sei até que ponto isso possa ser possível, pois esta progressão é uma lei Cósmica.
 
E alguma coisa se está a passar com este nosso mundo. Estão a aparecer novas estrelas que os astrónomos, na impossibilidade de saberem a razão, definem como se fossem apenas reflexos de luzes vindas não sei de onde, ou até manifestações de outros acontecimentos que arranjam para não dizerem claramente aquilo que pensam, com medo do ridículo.

Mas o certo é que tudo indica que realmente a Terra está a ascender para a dimensão seguinte.   
  
A terceira dimensão é definida por três pontos no espaço, mas os cientistas, pelo menos uma grande parte deles, fazem referência a mais um ponto que é o tempo. E sendo assim, nós não estamos na terceira dimensão, mas na quarta.

Os espiritualistas, por sua vez, definem a quarta dimensão, como sendo aquela para onde as almas regressam depois de desencarnarem. É o regresso a casa.
 
Por uma razão ou por outra, este planeta pode estar neste momento a passar, com todos nós, para a quinta dimensão. Esta passagem não será notada. É uma passagem dimensional que apenas será notada em termos energéticos. Os átomos que nos formam o corpo e formam o planeta, e que estão aptos para a passagem, passam a movimentar-se com mais rapidez.
 
E aqui podemos ver outro exemplo. Quando atamos um fio a uma pedra e o rodamos lentamente, começamos por ver o fio e a pedra, mas conforme vamos dando mais velocidade, vamos deixando de ver o fio e por último até mesmo a pedra.
 
O mesmo se passa com os nossos corpos e com o planeta. Os átomos vão girando cada vez com mais velocidade e vão formando uma nova Terra e os corpos cujos átomos estejam em condições de acompanhar este aumento de velocidade, acompanham este novo planeta.
 
E assim surgirá uma nova Terra na quinta dimensão e ficará mais um planeta com todos aqueles que não puderam ascender na terceira dimensão.
 
Aliás isto é defendido agora pela nova teoria da Física Quântica sobre os Universos Paralelos. Para haver um planeta positivo e a viver uma vida positiva, terá de haver um semelhante no negativo, a viver uma vida negativa.
 
Autor
Raposa


Copyright © Curadora64  All Rights Reserved. You may copy and redistribute this material so long as you do not alter it in any way, the content remains complete, and you include this copyright notice link:
http://auras-colours-numbers.blogspot.com/

2 comentários:

Anónimo disse...

Gratidão por tuas palavras de luz ,,tu pleidiana do grande sol central do 2 anel cristico...emanada de luz te saúdo e mostro minha luz a ti ,,leio que ha muito pediste sinais e lux ,,,aqui te saúdo por tua dedicação

Semente estelar Zetha Orionis(seth),o filho do homem que se fez cair ,Kumara ,melkisedek da 2 ordem cristica,linhagem da casa de amelius ,emanação de buda amithaba ,plasmagem do anjo sereno
Com amor e luz no teu coração

Anónimo disse...

É o fim do mundo nao se engane pois Cristo tem que voltar!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

copyscape

Protected by Copyscape

Qigong

Sobre o Amor

Adam Kadmon

Meridianos MTC

Kundalini

viagem astral

Toroide - Energia Livre

Formas de Pensamento

A Grande Invocação

Meditação pela Paz

Meditação fora do espaço e tempo (a qualquer hora e em qualquer lugar, sem inscrições nem regras)Apelo ao envio de Luz...

Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 11 de Julho de 2015

Aura - o que é?

Controlo da Mente

Vida ET


"Se não existe vida fora da Terra, então o universo é um grande desperdício de espaço."- Carl Sagan
Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 29 de agosto de 2015

Chakras

Deva Premal - playlist