Colecções Auras G+

Colecções Auras G+
Curadora Sessenta e Quatro

Publicação em destaque

Algumas considerações sobre a visualização espontânea de auras

sexta-feira, 26 de abril de 2013

OS CURADORES ATRAVÉS DAS ERAS


               
                                   


Os antigos Gregos tinham um ditado que dizia: "Esculápios em toda a parte", o que quer dizer "A cura está em toda a parte".

Enquanto houver curadores assim será...

Mas o que é preciso para ser um curador? Nada de especial, somos todos, ou pelo menos podemos ser todos e esse é o nosso destino mais seguro.

Sigam o meu raciocínio: somos tudo aquilo em que acreditamos e quando evoluímos o suficiente, começamos a acreditar em coisas invulgares, uma delas é precisamente a nossa capacidade de auto-cura. Depois, a partir daí compreendemos que temos capacidades facilitadoras de cura para outros, e então, somos curadores plenamente.

Acredito que algumas pessoas já nascem assim mas outras aprendem. Por isso existem as experiências de vida para evoluirmos e para nos curarmos.

A evolução ou a Ascensão não é mais do que A CURA.

Jesus Cristo, quando efectuava uma cura em alguém, dizia:
- Vai, os teus pecados foram perdoados.

Os pecados são os desvios, ou seja o desequilíbrio.

                                        

A minha amiga (Contra) Mary cooperou comigo neste artigo como sempre e a meu pedido escreveu um belo texto sobre a Cura, que traduzi para Português:

http://auras-colours-numbers.blogspot.pt/2013/04/contramary-os-meus-pensamentos-sobre.html

Neste texto, ela explica que a Cura é como se reuníssemos de novo, aquilo que foi separado.

Realmente é. É a uma reunião entre nós, que estamos nesta dimensão e algo superior que podemos chamar Deus, Eu superior, Anjos, etc.

Não importa, pois lembram-se que SOMOS UM? Pois é isso...Na nossa volta às origens é uma das primeiras coisas que aprendemos, pelo Amor subimos e somos UM.

Agora vamos fazer uma volta ao Mundo, celebrando os curadores e as suas variadas formas de cura, sendo o ingrediente principal de cura o AMOR.




E vou falar dos primeiros curadores, os descendentes mais autênticos dos Lemurianos: os Hawaianos, a que dedico este artigo. 

Hoʻoponopono (ho-o-pono-pono) é uma antiga prática havaiana de reconciliação e de perdão. Práticas de perdão similares, são igualmente realizadas, em ilhas ao longo do Pacífico Sul, incluindo Samoa, Taiti e Nova Zelândia. 

Tradicionalmente Ho'oponopono é praticado por sacerdotes de cura ou Kahuna Lapa'au entre os membros da família de uma pessoa que está fisicamente doente. As versões modernas são realizadas dentro da família por um ancião da família, ou pelo indivíduo sozinho.






Quando os Deuses andavam sobre a Terra, quando ainda havia a sabedoria dos Atlantes e dos Lemurianos e esta ainda era aceite, Foi aí que começou o tempo dos curadores.

Na antiga Hélade, um grande médico que existiu há cerca de 4000 anos, no monte Olimpo, curava com energia e plantas. 

Ele tinha um dom: conseguia ver no corpo das pessoas as suas doenças tal como se possuísse visão de raios X.

O povo que aí existia então, deu origem a um dos povos da Luz, os Helenos, hoje chamados de Gregos.

Nos nossos dias uma menina foi sensação na Rússia por possuir a mesma visão de raios X: Natasha Demkina foi descoberta em 2004 com 16 anos.






                                Asklepios_Epidauros


A medicina, para o povo Helénico, vinha directamente dos Deuses:


Depois dos grandes médicos que eram deuses, tal como Apolo e Quíron fechou-se o circulo dos curadores do Olimpo e mesmo sendo Esculápio , filho de Apolo e sendo Higia e Panacea suas filhas e todos eles tenham ficado nas lendas como ressuscitando mortos e curando todas as doenças e pragas.




Mais tarde no tempo dos homens, apareceu Hipócrates, o pai da Medicina, sobre cujo juramento ainda hoje se iniciam os jovens médicos, embora a partir do século XX, a parte que diz respeito aos deuses tenha sido abolida:

Eu juro, por Apolo, médico, por Esculápio, Higia e Panacea e por todos os deuses e deusas, a quem conclamo como minhas testemunhas, juro cumprir, segundo meu poder e minha razão, a promessa que se segue: estimar, tanto quanto a meus pais, aquele que me ensinou esta arte; fazer vida comum e, se necessário for, com ele partilhar meus bens; ter seus filhos por meus próprios irmãos; ensinar-lhes esta arte, se eles tiverem necessidade de aprendê-la, sem remuneração e nem compromisso escrito; fazer participar dos preceitos, das lições e de todo o resto do ensino, meus filhos, os de meu mestre e os discípulos inscritos segundo os regulamentos da profissão, porém, só a estes.
Aplicarei os regimes para o bem do doente segundo o meu poder e entendimento, nunca para causar dano ou mal a alguém. A ninguém darei por comprazer, nem remédio mortal nem um conselho que induza a perda. Do mesmo modo não darei a nenhuma mulher uma substância abortiva.
Conservarei imaculada minha vida e minha arte.
Não praticarei a talha, mesmo sobre um calculoso confirmado; deixarei essa operação aos práticos que disso cuidam.
Em toda a casa, aí entrarei para o bem dos doentes, mantendo-me longe de todo o dano voluntário e de toda a sedução sobretudo longe dos prazeres do amor, com as mulheres ou com os homens livres ou escravizados.
Àquilo que no exercício ou fora do exercício da profissão e no convívio da sociedade, eu tiver visto ou ouvido, que não seja preciso divulgar, eu conservarei inteiramente secreto.
Se eu cumprir este juramento com fidelidade, que me seja dado gozar felizmente da vida e da minha profissão, honrado para sempre entre os homens; se eu dele me afastar ou infringir, o contrário aconteça.”

Duzentos anos mais tarde, no século II a.C., outro grande médico de origem grega, Claudio Galeno, nascia em Bergama na Turquia.


E desde a época de Galeno até ao século XVII, o seu sistema de cura, influenciou todo o ocidente e médio oriente até ao actual Irão, cidade de Ispahan, capital da antiga Pérsia.




Nesta cidade, no século XI, viveu o grande Ibn Sina ou Avicena que sistematizou a medicina de Hipócrates e Galeno de maneira que os seus livros, “Livro da Cura” e o Cânone da Medicina”, foram usados como padrão, durante a idade média e mais além, até ao século XVII, em universidades europeias.

Durante uma parte importante da idade Média e intermitentemente ao longo dos séculos, a dissecação em cadáveres, não era permitida por motivos religiosos, tanto na Europa como nos países do Islão e isso atrasou muito os progressos da Medicina devido à falta de conhecimentos anatómicos.



Na Europa, em plena idade média, fazia sucesso uma profissão como a de barbeiro cirurgião.

Estes homens viajavam por todas as terras apresentando um espectáculo variado, no final do qual recebiam os pacientes na sua tenda e os curavam com pequenas cirurgias e remédios simples com ervas misturadas com hidromel:







                           vagon_barbeiro cirurgião


Quero fazer um pequeno parênteses importante aqui: os barbeiros cirurgiões, prestaram um grande serviço no seu tempo, aos seus semelhantes e alguns eram mesmo muito bons cirurgiões e bons curadores.

Também são dignos antepassados de uma outra profissão: o cabeleireiro ou cabeleireira. 

Não é pouco vulgar as pessoas que têm esta profissão serem curadores, porque o cabelo ainda tem propriedades mal compreendidas e os cuidados prestados num cabeleireiro envolvem a auto-estima, conforto, relax e até atendimento psicológico.

Eles são um dos meus públicos alvo, para este e outros artigos, juntamente com os outros curadores declarados, como os médicos(as), enfermeiros(as) e os curadores holísticos.

Um dos meus objectivos é dar a conhecer estas coisas há muito escondidas - trazê-las à vossa consciência - e o outro objectivo, não menos importante, é o de aprenderem a lidar com as particularidades energéticas da profissão que têm.

Ao saberem o que fazem, vão optimizar os vossos procedimentos que já são bons por instinto.

Alguns cabeleireiros ao saberem isto, têm medo das energias e protegem-se exageradamente. Não é necessário protegerem-se, mas sim estarem positivos e alegres, irradiarem a vossa boa energia e Luz. Tudo o resto correrá bem.

Podem fazer limpezas energéticas de chakras assim como tomam o vosso duche no final do dia mas, e isto também é para os outros curadores e profissionais de saúde, nada de exageros...não é necessário...

O que devem fazer é estarem estáveis e calmos mas isso já sabem que é importante...:)))






Instrumentos médicos, representados numa gravura do Templo de Kom Ombo do período Ptolomaico.

Ainda mais antiga que a civilização Helénica temos a Egípcia e a sua medicina deixou-nos próteses, inúmeros instrumentos cirúrgicos e um histórico de uma antiguidade de pelos menos 2700 anos a.C.



              Papiro Ebers indicando o tratamento do cancro

O próprio Galeno estudou no templo de templo de Amenhotep:



Para os orientais a mais antiga forma de medicina, Ayurvédica apareceu na Índia à cerca de 6.000 anos. Temos provas disso em textos Védicos.




Esta prática de medicina influenciou a medicina tibetana e a chinesa e todo o extremo oriente.

                               Chakpori- Lhasa

Os tibetanos, graças a uma linhagem de Ilustríssimos Lamas, como por exemplo, Yuthog Yontan Gonpo, desenvolveram em Chakpori e outros mosteiros uma medicina holística, em que o paciente é tratado na totalidade como um ser complexo que é, possuidor de muitas camadas portanto:


Alguns dos livros Tibetanos de Chakpori:


pertencente a uma biblioteca de 29 obras incluídas em:


A partir do século XVIII a Medicina ocidental adquiria os fundamentos da nossa moderna medicina.

A anatomia desenvolveu-se por fim, sem entraves e a Farmacologia no século XIX passou a existir como ciência.

Li há tempos um artigo que mencionava que a maior parte dos remédios de então são considerados venenos agora...

Bom, a minha opinião é que ainda andam muitos venenos por aí graças aos lobbys das Farmacêuticas.

O regresso aos remédios naturais impõem-se pela nossa saúde.

                                      Kyzyl_Shaman

Na América do Sul, os Xamãs usam psicotrópicos para limpar a aura da pessoa com o fumo e passes magnéticos, tipo Reiki, ou favorecer o transe deles próprios ou paciente e assim favorecer a cura, usando ervas como por exemplo, a Ayahuasca:


                                     Pajé_Guarani

No Brasil pode-se chamar Pajé, ou Tupi, em África pode chamar-se Nganga ou Ngoma (Angola) ou ainda Ogan. Na Argentina pode ser Machi, não importa o nome, o que fazem é idêntico.

                           Curandeiros de Lassa-Togo

Todos eles fazem o que pode ser descrito por:

"Xamã, ou shaman, é um termo de origem tungúsica que nessa língua siberiana quer dizer, na tradução literal, "Aquele que enxerga no escuro". Os tungues meridionais identificam no xamã os portadores de função religiosa, que podem "voar" para outros mundos, entrar em um estado estático e ter acesso e contato com seus aliados (animais, vegetais, minerais), seres de outras dimensões e os espíritos ancestrais."

Alguns Xamãs modernos não precisam de drogas para incorporar espíritos da Natureza, é o meu caso. Só usei drogas na quimioterapia há uns anos atrás e chegou...;)




Os russos, estão a usar pirâmides para a cura de pessoas com muito sucesso e também para outras coisas igualmente interessantes.





Por todo o mundo, as pessoas estão a aperceber-se do poder das pirâmides:




Também um pouco por todo o mundo se tem falado e tem-se descoberto pirâmides, na China existem muitas, no entanto, o recorde de pirâmides antigas é detido pelo México.




O nosso planeta é o planeta das pirâmides:


É claro que isto significa que cada vez mais pessoas estão a acordar e por isso o mundo será melhor.

Medicina do futuro:






A medicina do futuro já está aí.

O uso da Nanotecnologia, o uso da Bioelectrónica, a rapidez dos novos "semicondutores", está permitir o desenvolvimento de técnicas praticamente não invasivas e muito mais eficazes.

A Bioeletrónica ganha impulso com transistores de grafeno:


                    bio transistor de grafeno - Bioeletrónica




MicroLEDs injetáveis manipulam cérebro com luz:






Bateria comestível alimenta implantes e sensores médicos:





             a biomédica Karin Barcellos e a proteína ARHGAP21


Diamantes ajudam a curar câncer de mama tipo basal:


                        nanodiamantes-cancer-mama



A pílula do futuro, é um pequeno chip que permite recolher dados do interior do corpo do paciente:



Em Portugal foi notícia há poucos dias, no hospital de Évora:






Todos os dias temos novidades boas no campo da Medicina, no entanto, isto é um pouco como os ETs, sabemos que existem, sabemos porque não há divulgação governamental e sabemos de quem é a culpa...esperemos que os culpados sejam detidos para começar a mudar o mundo ou esperamos que estes acordem e mudem também?

Não temos pressa...o sucesso é garantido, já o sabemos há milénios!






Aloha!


Copyright © Curadora64  All Rights Reserved. You may copy and redistribute this material so long as you do not alter it in any way, the content remains complete, and you include this copyright notice link:

http://auras-colours-numbers.blogspot.com/2013/04/lviii-os-curadores-atraves-das-eras.html

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

copyscape

Protected by Copyscape

Adam Kadmon

Meridianos MTC

Kundalini

Toroide - Energia Livre

Formas de Pensamento

A Grande Invocação

Meditação pela Paz

Meditação fora do espaço e tempo (a qualquer hora e em qualquer lugar, sem inscrições nem regras)Apelo ao envio de Luz...

Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 11 de Julho de 2015

Aura - o que é?

Controlo da Mente

Vida ET


"Se não existe vida fora da Terra, então o universo é um grande desperdício de espaço."- Carl Sagan
Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 29 de agosto de 2015

Chakras

Deva Premal - playlist