Publicação em destaque

Algumas considerações sobre a visualização espontânea de auras

Sarva Yoga - Yoga Holístico

Sarva Yoga - Yoga Holístico
Guia através da Aura

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Dzogchen - a Essência mais profunda

 
Traduzido à letra Dzogchen significa "a maior perfeição".

No entanto, não é uma perfeição a atingir mas sim é algo intrínseco, algo que sempre existiu e que é a nossa Essência mais profunda.

Quando meditamos descobrimos que o estado natural da nossa mente é uma extrema Claridade imersa numa enorme Paz. 

Para compreendermos melhor e usando termos da Nova Era... A mente é o espelho onde se reflete a Luz do Eu Superior (Atman) e é essa Claridade e Paz que o representa. Mas, também reflete as emoções e os pensamentos e geralmente é isso que vemos na mente ordinária. Ausente da meditação a mente segue tudo o que a fascina enquanto que praticando a meditação Dzogchen e as técnicas de Raja Yoga podemos aprender a educar a mente. 

O Dzogchen também é um Caminho em que um mestre ou professor, em primeiro lugar, apresenta de algum modo a natureza da mente ao aluno e depois ensina-lhe a meditação específica que é o cerne do Dzogchen.

Professores como eu (não me considero um mestre), que tenho uma vertente xamânica, "cutuco" o ponto de percepção do aluno de modo a este ficar móvel na minha presença e depois direciono-o para o local do corpo energético que pretendo. É nessa altura que o aluno pode escolher "ver" ou não a natureza da mente. Geralmente há alguns bocejos, porque as ondas do cérebro ficam muito largas e lentas o que é compatível com estados 3 e 4 dos sonhos e com experiências mediúnicas. 

A diferença entre algo incontrolável, como geralmente são os estados alterados de consciência dos médiuns, é que eu estou lá para ensinar a dirigir o seu "carro", tal como os professores nas escolas de condução. Depois de treinarmos algumas vezes, o aluno já possui o poder de escolha das suas experiências extrassensoriais. 

Mas melhor que tudo, pode, se assim o treinar, modificar a sua mente por forma a escolher qual a radiância da mente ou que faceta do espelho prefere cultivar.

Contam-se estórias absolutamente incríveis de mestres tibetanos que fazem de tudo para provocar a abertura mental na qual o discípulo cai em si e consegue perceber a verdadeira natureza da mente.  

Em algumas delas, os mestres provocam extremo cansaço do corpo com tarefas hercúleas em que o discípulo fica tão exausto que, quando se dispõe a descansar, todas as percepções sensoriais se calam de repente ficando apenas a Natureza Clara da Mente (Rigpa em tibetano). 

Outros, à maneira xamânica de linha dura, dão cotoveladas em certos locais do corpo fazendo com que o ponto de percepção da consciência se desloque, no corpo energético, mudando assim a percepção ordinária para uma percepção especial em que se vê a Rigpa. 

Depois de alguém ver essa Natureza, nunca mais se esquece do que viu e vai procurar encontrar esse estado de novo na meditação. 

A minha percepção foi atingida mesmo em meditação quando fazia a meditação do vazio dos mestres Zen e Taoístas. Lembro-me de ver uma cascata de luz e essa imagem foi tão poderosa que, para mim, representa a Verdadeira Natureza da Mente.

Meditação Dzogchen

Essa luminosidade, experimentada em primeira mão, é o nosso caminho na meditação pois apercebemo-nos que permeia tudo o que existe e por isso é ela que irradia tudo o que é passageiro na Mente.

Então, a meditação Dzogchen limita-se a repousar nessa natureza e reconhecer todos os pensamentos e emoções libertando-os, não se apegando a eles, não se deixando fascinar por nada. Ao fazermos isso, e eu faço algo mais devido à minha experiência do Raja Yoga (identifico-os e nomeio-os), libertamos toda a radiância deixando-a fundir ou desaparecer na natureza de Luz da Mente. 

Também, no Raja yoga, manifestamos a intenção de que sejam dissolvidos através da natureza superior da mente espiritual, com auxilio do Eu Maior mas, aqui, simplesmente deixamos ir.

São técnicas diferentes mas o efeito é o mesmo: libertação e Iluminação.

Pratique e seja Feliz! :)

Paz e Amor
Curadora64

Copyright © Curadora64  All Rights Reserved. You may copy and redistribute this material so long as you do not alter it in any way, the content remains complete, and you include this copyright notice link:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

copyscape

Protected by Copyscape

DUAS TÉCNICAS DE MEDITAÇÕES PASSIVAS - OSHO

Qigong

Sobre o Amor

Adam Kadmon

Meridianos MTC

Kundalini

viagem astral

Toroide - Energia Livre

Formas de Pensamento

A Grande Invocação

Aura - o que é?

Controlo da Mente

Vida ET


"Se não existe vida fora da Terra, então o universo é um grande desperdício de espaço."- Carl Sagan
Posted by Auras, Cores e Números on Sábado, 29 de agosto de 2015

Chakras

Deva Premal - playlist

Daiqing Tana - OM MANI PADME HUM